Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Lei Aldir Blanc

FK Feiticeiro lança o EP visual Catimbó

O EP Visual Catimbó é o álbum de estreia da carreira solo do artista FK Feiticeiro. Trata-se da confluência do trap, gênero do rap, com elementos percussivos presentes na tradição da Jurema Sagrada, cantando “toadas” de Jurema, cânticos litúrgicos destinado às entidades e divindades dessa religião, como caboclos, senhores mestres, pombojiras e reis. Confira: www.youtube.com/watch?v=Yf_Sr1r3O_w.

Os “pontos” são cantados por FK em um microfone, com efeitos vocálicos, corriqueiros no trap, entoando cânticos típicos dos terreiros de Jurema, difundindo a tradição além dos espaços litúrgicos comuns.

“Catimbó” emerge em um contexto peculiar, cuja necessidade de realizar um trabalho musical por parte do seu idealizador teve que se adequar as novas formas dos convívios sociais por força da pandemia. Para FK, o distanciamento fez surgir uma proposta de relação entre ancestralidade e contemporaneidade, tomando resguardar raízes ancestrais.

ARTISTA - FK é um artista de Olinda, que iniciou sua trajetória ligada ao movimento Mangue como cantor e compositor da banda Etnia e, desde então, transita pela cena cultural autoral com projetos artísticos expressivos.

Com sua origem na periferia de Peixinhos, ele tem sua descendência familiar vindas da Zona da Mata Norte pernambucana, local de convivência quando criança e que o influencia através dos conhecimentos passados pelos mais velhos, com isso, cresceu vivendo as confluências entre o terreiro de Jurema e o catolicismo popular.

Contemporâneo, o “Catimbó” eletrônico de FK Feiticeiro utiliza-se de beats eletrônicos, que são complementados pelas percussões que desempenham o ilu, instrumento sagrado da jurema e do candomblé nagô pernambucano, e os maracás, instrumentos indígenas de invocação espiritual presente na jurema para chamar os encantos do plano espiritual.

< voltar para home