Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Lei Aldir Blanc

Proponentes tiram suas dúvidas sobre os editais da Lei Aldir Blanc nos Encontros LAB PE

Iniciativa da Secult-PE contou com mais de 2.500 visualizações nas transmissões realizadas no canal youtube.com/secultpe. Apresentações com detalhes de todos os editais ficarão disponíveis para consulta

A Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) encerrou, nesta quarta-feira (6), uma nova rodada dos Encontros LAB PE com o objetivo de tirar dúvidas de proponentes sobre a Lei Aldir Blanc em Pernambuco. Às 10h, a Secult-PE promoveu um encontro para tratar dos detalhes do novo edital Técnicos da Cultura e Artes LAB PE 2021, voltado para os (as) técnicos(as) da cultura e das artes de Pernambuco. A iniciativa tem a proposta de premiar estes profissionais pelo reconhecimento de suas práticas, transmissão de saberes, fazeres e conhecimentos técnicos nos diversos segmentos artístico-culturais.

As transmissões foram realizadas no canal no Youtube da Secult-PE (www.youtube.com/secultpe) e os vídeos sobre todos os editais apresentados nos Encontros LAB PE ficarão disponíveis para consulta, com todas as dúvidas dos participantes respondidas.

“Técnico/a da Cultura e das Artes” é destinado a premiar o profissional que atua diretamente nos aspectos técnicos e práticos que viabilizam a execução dos bens artístico-culturais com serviços prestados às seguintes linguagens artísticas: Artes Visuais, Artesanato, Audiovisual, Circo, Cultura Popular, Dança, Design, Fotografia, Gastronomia, Literatura, Moda, Música, Teatro e Ópera. Para este edital, não há exigência de contrapartida por parte do proponente. O edital tem o valor de R$ 1,524 milhão, com premiações de R$ 4 mil.

Alguns exemplos de profissionais técnicos da área da cultura, das artes e de entretenimentos: diretor/a de palco, técnico/a de palco (roadie), técnico/a de som, técnico/a de backstage, produtor/a técnico, técnico/a de carregador, técnico/a de luz, técnico/a de led, técnico/a de infraestrutura, técnico/a receptivo para eventos, técnico/a de cenografia, técnico/a de camareira, técnico/a de efeitos especiais, técnico/a em montagem de luz, técnico/a de montagem de som, técnico/a de montagem de led e demais profissionais não listados/as.

Nesta terça-feira (5), foram apresentados nos Encontros LAB PE outros três editais: Coom R$ 1,280 milhão e premiações de R$ 20 mil, o edital Prêmio de Registro Audiovisual de Saberes Tradicionais e da Cultura Popular é destinado à premiação de realizadores/as do audiovisual para execução de registro de mestres e mestras premiados no edital do Prêmio de Salvaguarda e Registro Audiovisual de Saberes Tradicionais e da Cultura Popular LAB PE – Eixo I (2020), que não tiveram suas trajetórias registradas.

Outro edital apresentado foi o Festivais, Mostras e Celebrações, voltado para a premiação financeira para realização de festivais, mostras e celebrações artístico-culturais pernambucanos, em seus diversos segmentos e expressões, que deverão ser publicados/transmitidos pela internet, ou disponibilizados por meio de redes sociais, ou outras plataformas digitais. Com R$ 4,180 milhões, o edital terá premiações de R$ 40 mil, R$ 70 mil, R$ 100 mil e R$ 150 mil.

Para este edital, considera-se que: festivais e mostras de arte e/ou cultura como eventos culturais que compõem uma amostragem da produção de um ou mais segmento(s) artístico(s) e expressão(ões) cultural(is) composta de apresentações previamente selecionadas, geralmente com um recorte curatorial pré-definido, com o objetivo de competição, divulgação e/ou promoção comercial, contemplando: programação artístico-cultural, ações de formação e/ou ações de reflexão.

Já celebrações artístico-culturais são evento/série de eventos, realizados em área pública (céu aberto ou de acesso público), relacionados à bens patrimoniais imateriais, pelos quais a sociedade homenageia, honra ou rememora personagens, símbolos ou acontecimentos com os quais ela se identifica.

Por fim, também foi apresentado o edital Prêmio de Salvaguarda Emergencial do Artesanato, das Artes Circenses, da Cultura Popular, da Gastronomia e dos Povos e Comunidades Tradicionais. Com R$ 4,538 milhões, e premiações de R$ 4,5 mil a R$ 16 mil, seu objetivo é premiar as trajetórias do universo do Artesanato, das Artes Circenses, da Cultura Popular, da Gastronomia e dos Povos e Comunidades Tradicionais, pelo reconhecimento de suas práticas artísticas de criação e fruição, assim como da transmissão de saberes, fazeres e conhecimentos técnicos, artísticos e culturais. Para este edital, não há exigência de contrapartida por parte do proponente.

ENCONTROS LAB PE - De acordo com Priscilla Marques, coordenadora dos Encontros LAB PE, “as atividades tiveram o objetivo de destacar os detalhes de cada um dos oito editais lançados pela Secult-PE com recursos da Lei Aldir Blanc, bem como esclarecimentos sobre as inscrições no Mapa Cultural de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br)”. Os encontros começaram nesta segunda (4/10), com a apresentação de quatro editais, seguindo nesta terça-feira (5/10) com o detalhamento de outras três premiações, e encerrando nesta quarta (6), com o último edital apresentado.

A iniciativa é mais uma ação da Secretaria Estadual de Cultura no sentido de prestar assistência ao público em geral e aos municípios sobre a Lei Aldir Blanc. Em 2020, foram realizados mais de 50 encontros virtuais, que reuniram milhares de participantes, entre artistas, fazedores de cultura e gestores municipais.

LAB PE 2021 – Ao todo, serão investidos R$ 26,5 milhões em oito editais promovidos pela Secult-PE e voltados para o financiamento de projetos culturais ou para premiar a trajetória de artistas, grupos, empresas e profissionais ligados ao setor no Estado. Os recursos vêm da Lei Aldir Blanc, aprovada ano passado como apoio emergencial para a classe que sofreu muito com a paralisação das atividades econômicas por conta da pandemia.

Os proponentes interessados têm até as 17h (horário de Brasília) do próximo dia 11 de outubro para submeter suas propostas, exclusivamente pelo Mapa Cultural de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br). Para realizar a inscrição, é necessário ter cadastro atualizado na plataforma onde estão disponíveis os formulários de inscrição específicos para cada edital. Para encontrar os formulários, o usuário faz seu login (utilizando sua senha de acesso) e busca na aba Oportunidades.

ATENDIMENTO - As informações, dúvidas e outros esclarecimentos sobre o conteúdo dos editais e o processo de cadastramento e inscrição no Mapa Cultural de Pernambuco podem ser tirados por meio do WhatsApp (81) 3184-3018, criado exclusivamente para atender as questões da Lei Aldir Blanc. Para mais informações, acesse www.cultura.pe.gov.br/leialdirblanc.

< voltar para home