Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Literatura

Academia Pernambucana de Letras recebe lançamento do livro “Dois Bairros Irmãos”

Com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura, a publicação será lançada no espaço neste sábado (8), às 16h.

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Editado pela Babecco, o livro é coordenado por Jacques Ribemboum e reúne textos de vários pesquisadores

O patrimônio imaterial de dois importantes celeiros da cultura pernambucana está agora catalogado no livro “Dois Bairros Irmãos – O Patrimônio Imaterial dos Bairros de Santo Antônio e São José, no Recife”.  A publicação, da Editora Babecco, tem coordenação, edição e texto final de Jacques Ribemboum e reuniu um time de pesquisadores, como Osman Godoy, Ana Pereira, Lorena Veloso, Nicole Costa e Conceição Fragoso. Neste sábado (8), às 16h, o título será lançado na Academia Pernambucana de Letras, onde contará com bate-papo com o autor, além da exibição de um documentário dirigido por Osman Godoy.

Produzido com incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura), o livro está dividido em quatro partes: Livro dos Saberes, Livro das Celebrações, Livro das Formas de Expressão e Livro dos Lugares. A divisão acompanha a nomenclatura expressa na Lei 3.551, editada no ano 2000, que institui o Registro dos Bens Culturais de Natureza Imaterial e cria o Programa Nacional do Patrimônio Imaterial, no âmbito do PNC – Plano Nacional de Cultura.

A publicação é fruto do relatório de uma pesquisa sobre o Patrimônio dos dois bairros. O relatório da pesquisa inicial, feita em 2016, foi enviado ao Iphan e outras instituições ligadas ao Patrimônio.

“Eram dois irmãos curumins a correrem soltos pelas matas. Chegaram os portugueses e os batizaram com nomes de santos, Antônio e José. Com o tempo, os meninos se tornaram guerreiros fortes e lustrosos, mas foram subjugados à força dos canhões holandeses. Tornaram-se calvinistas, embora Antônio flertasse com o judaísmo e José, com religiões africanas. Quando os invasores se foram, os dois decidiram pelo ecletismo de todas as cores, religiões e etnias. Estamos falando dos bairros de Santo Antônio e São José, no Recife, territórios de luta, heroísmo e fé”, descreve Jacques Ribemboim, na contracapa da publicação.

QUATRO PARTES: 
Livro dos Saberes (ou do Conhecimento) – Nesta parte do livro estão contemplados aspectos do comércio popular, culinária e comedorias, pesca, artesanato, navegação, comércio especializado, atividade jurídica e de imprensa etc. Esse livro deve incluir os bens culturais que refletem conhecimento, técnicas e modos de fazer tradicionais e herdados de geração em geração.

Livro das Celebrações (ou das Louvações) – Nesse capítulo, estão inscritas as práticas religiosas, celebrações cristãs e de matriz africana, datas cívicas. O livro das Celebrações inclui festividades, procissões, rituais, manifestações cívicas etc. Nesta parte da obra são enfocados o carnaval nos bairros de Santo Antônio e São José, a festa de Nossa Senhora da Conceição, os cultos do candomblé, bem como o Treze de Janeiro, dedicado ao Frei Caneca.

Livro das Formas de Expressão – Composto por artes visuais, academias e grêmios literários, literatura de cordel comercializada no Mercado de São José, teatro e cinema, fotografia, jornalismo etc.

Livro dos Lugares – O Mercado de São José é o centro de convergência de boa parte das realizações culturais dos bairros, mas também são enfocados o Camelódromo, a Casa da Cultura, o Forte das Cinco Pontas, estações ferroviárias, restaurantes, hotéis e seus hóspedes ilustres, praças, igrejas, pátios, pontes, becos e ruas lendárias.

Afora os livros mencionados, há uma breve discussão sobre a existência, ou não, de uma espécie de “Patrimônio Ilícito”, do qual fazem parte a prostituição, a mendicância e a pirataria comercial, tão frequentes nos bairros de Santo Antônio e São José. Algo que é legado de geração em geração, mas cuja perpetuidade é questionável.

Serviço:
Lançamento do Livro “Dois Bairros Irmãos – O Patrimônio Imaterial dos Bairros de Santo Antônio e São José, no Recife”
Quando: Neste sábado (8), às 16h
Onde: Academia Pernambucana de Letras (Avenida Rui Barbosa, 1596, Graças – Recife/PE)

< voltar para home