Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Literatura

Maria Cristina Franco lança “Nietzsche, o bufão dos deuses” na Torre Malakoff

O lançamento será nesta sexta-feira (23), às 19h. O acesso é gratuito

A professora carioca Maria Cristina Franco Ferraz lança, nesta sexta-feira (23), às 19h, o livro “Nietzsche, O Bufão dos Deuses”, na Torre Malakoff. A publicação, editada pelo selo N-1 EDIÇÕES, traça um panorama sobre o contexto do surgimento de Ecce Homo, o desconcertante texto autobiográfico de Friedrich Nietzsche, considerada uma das obras mais singulares da filosofia.

Divulgação

Divulgação

Lançamento da obra contará com as participações do músico Bruno Nascimento e da poetisa e declamadora Luna Vitrolira

Escrita de 15 de outubro de 1888, quando o autor acabava de completar 44 anos, até as vésperas de seu colapso, no início de janeiro de 1889, é nela que Nietzsche diz “a que veio”, como “se tornou quem ele é”. Mas é nela também que ele assume o papel de comentador de sua própria obra, percorrendo todos os seus livros anteriores. Com um tom virulento, carregado de humor e de desprezo, Ecce homo é tão fascinante quanto hermético. Daí a importância deste “Nietzsche, o bufão dos deuses”. No livro, Maria Cristina Franco Ferraz lança luz sobre as imbricadas relações de Nietzsche com sua família, editores, amigos e inimigos, a partir de uma pesquisa de fôlego sobre as cartas do filósofo. Com leveza, graça e acuidade extrema, o leitor se vê conduzido ao coração do pensamento desse desconstrutor de metafísicas.

Além de um bate-papo com com a autora, o lançamento contará com apresentação musical de Bruno Nascimento e participação da poetisa e declamadora Luna Vitrolira, que fará leituras de trechos das cartas do filósofo.

Sobre a autora
Maria Cristina Franco Ferraz é mestre em Letras pela PUC-RJ e doutora em Filosofia pela Universidade de Paris I (Sorbonne), atualmente é Professora Titular de Teoria da Comunicação da UFRJ. Pesquisadora do CNPq, realizou três estágios pós-doutorais em Berlim e coordenou um Doutorado Internacional Erasmus Mundus quando atuava como Professora Titular da UFF. Dirigiu a coleção “Conexões” da editora carioca Relume Dumará. Foi professora visitante nas universidades de Paris VIII e Perpignan (França), Richmond (Estados Unidos), Nova de Lisboa (Portugal) e Saint Andrews (Escócia). Alegre, melancólica e bailarina, escreveu, entre outros, os livros “Platão: as artimanhas do fingimento” [Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1999 e Lisboa: Nova Veja, 2010], “Nove variações sobre temas -nietzschianos” [Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002], “Homo deletabilis — corpo, percepção, esquecimento: do século XIX ao XXI” [Rio de Janeiro: Garamond, 2010 e Paris: Hermann, 2015] e “Ruminações: cultura letrada e dispersão hiperconectada” [Rio de Janeiro: Garamond, 2015].

< voltar para home