Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Literatura

Na Bienal do Livro, Secult-PE promove bate-papo sobre mercados de games e animação

A Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) realiza, na próxima segunda-feira (11), às 15h, um bate-papo sobre games e animação no estande Nordeste – Território Encantado, montado na Bienal do Livro de Pernambuco. A ideia é falar sobre esse mercado, valorizar os profissionais e os produtos do segmento e incentivar os jovens para atuarem no mercado. Participam da conversa Vito Quintans (um dos criadores do jogo “Sertão Profundo”, sócio e diretor de arte do estúdio de jogos “Narsvera”) e Rodrigo Branco (coordenador do Grupo Estratégico de Jogos da Câmara do Audiovisual). A mediação será feita pela jornalista Silvana Marpoara.

O paraibano Vito Quintans é ilustrador e desenvolve, junto com mais dois amigos, o jogo “Sertão Profundo”, que traz temáticas nordestinas, como botijas e caboclos de lança. “A gente queria fazer um jogo que tivesse como pano de fundo a nossa cultura”, conta ele, que não se identificava com aquele folclore em que aparecem personagens como o saci pererê, que tanto é disseminado. O game feito em animação 3D está em fase de desenvolvimento e deve ser lançado no final de 2022, mas, até lá, estão sendo lançados outros jogos menores dentro desta temática da cultura nordestina.

Já Rodrigo Branco enfatiza que os mercados de games e animação ainda estão muito separados aqui em Pernambuco e que deveriam ser mais conectados. “Todo jogo tem animação. Deveria haver uma troca maior entre esses dois mercados. Vamos debater como esses dois mercados podem se encaixar mais, como criar mais opções de emprego para a animação em geral e para a animação de games”, diz Branco.

“O bate-papo sobre games e animação é mais uma oportunidade de conhecer melhor esses dois segmentos, dentro do mercado audiovisual, que têm se destacado bravamente entre os jovens realizadores e o público. Os games já atingem números bem superiores aos do cinema, por toda característica do produto e a logística do consumo de jogos (no celular, por exemplo) enquanto os filmes, mesmo com os streamings, ainda ficam muito na dependência da tela grande. E o cinema de animação também acaba ganhando maior destaque do que as ficções e documentários por conta dos meios de produção (sem a necessidade do ator), que tem transformado Pernambuco num grande polo desse tipo de material além de conquistar um público mais amplo (das crianças aos adultos)”, relata Silvana Marpoara.

Serviço
Bate-papo “Game e Animação – A Cultura em Movimento”
Convidados: Vito Quintans (um dos criadores do jogo “Sertão Profundo”, sócio e diretor de arte do estúdio de jogos “Narsvera”) e Rodrigo Branco (coordenador do Grupo Estratégico de Jogos da Câmara do Audiovisual da ADEPE)
Mediação: Silvana Marpoara (jornalista e professora)
Quando: 11 de outubro de 2021 (segunda-feira), às 15h
Local: Nordeste – Território Encantado

13ª Bienal Internacional do Livro de Pernambuco
Quando: De 1º a 12 de outubro de 2021
Onde: Centro de Convenções
Horário: Das 10h às 21h
Ingressos: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia-entrada) e R$ 7 (ingresso social para quem levar um livro não didático ou 1kg de alimento não perecível). Gratuidade: estudantes da rede pública de ensino fundamental (desde que uniformizado), estudantes em excursão escolar agendada, crianças até 10 anos, professores da rede pública e privada de ensino, policiais militares, civis e do corpo de bombeiros.

< voltar para home