Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Literatura

Pernambuco organiza programa de homenagens a Raimundo Carrero

O jornalista e escritor salgueirense completa 70 anos nesta quarta-feira (20)

Rodrigo Ramos/Cultura.PE

Rodrigo Ramos/Cultura.PE

Autor foi homenageado com a entrega da Medalha da Ordem do Mérito Guararapes

A trajetória luminosa de Raimundo Carrero será celebrada com homenagens, relançamento de obras, registro audiovisual e outras ações comemorativas que integram o Programa Carrero 70 anos, uma realização do Governo de Pernambuco (Secult e Fundarpe), Cepe Editora e Prefeitura do Recife.

A programação teve início nesta quarta-feira (20), no Palácio do Campo das Princesas, com o recebimento da Medalha da Ordem do Mérito Guararapes, a mais alta comanda concedida pelo Governador de Pernambuco Paulo Câmara. Na ocasião, as atrizes Ana Nogueira, Fabiana Pirro e Sílvia Góes fizeram leitura dramatizada de trecho da obra A história de Bernarda Soledade: a tigre do Sertão. O livro, de forte inspiração armorial, foi o primeiro publicado pelo escritor, em 1975.

Rodrigo Ramos/Cultura.PE

Rodrigo Ramos/Cultura.PE

As atrizes Ana Nogueira, Fabiana Pirro e Sílvia Góes fizeram leitura dramatizada de trecho da obra A história de Bernarda Soledade: a tigre do Sertão

Carrero descobriu a literatura passeando por obras de escritores como Graciliano Ramos, José Lins do Rêgo e Shakespeare que pertenciam a seu irmão mais velho e que ficavam guardadas embaixo dos balcões da loja de roupas e chapéus de seu pai. Os primeiros escritos surgiram ali mesmo, nos papeis da loja.

“É claro que esse é um momento extremamente significativo, porque é o reconhecimento de uma luta de uma literatura que desenvolvo há 40 anos. As pessoas acham que são 40 anos, eu acho que são 70 comigo, porque foi assim comigo: quando eu nasci, pedi leite, me deram livro. Eu sou filho de uma família que lê muito, eu devo muito a minha família, tudo lá em casa era livro. Tinha livro no banheiro, na cozinha, no corredor, de modo que eu tinha que ser escritor. E eu tenho procurado ser um bom escritor. Não estou dizendo que sou um bom escritor, mas tenho trabalhado honestamente”, disse Carrero emocionado na cerimônia do Palácio do Campo das Princesas.

Rodrigo Ramos/Cultura.PE

Rodrigo Ramos/Cultura.PE

O governador Paulo Câmara e o escritor Raimundo Carrero

Aclamado hoje como um dos maiores escritores de Pernambuco, com reconhecimento nacional e internacional, Raimundo Carrero acumula prêmios como o de Melhor Romancista do Ano, da Associação Paulista de Críticos de Arte e Prêmio Machado de Assis (melhor romance), da Biblioteca Nacional, ambos pelo livro Somos pedras que se consomem (1995); e o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, com As sombrias ruínas da alma (2000). Desde 2005, Carrero ocupa a cadeira nº 3 da Academia Pernambucana de Letras, instituição que também vai integrar à programação especial.

“Reverenciar Carrero pela passagem de seus 70 anos é um reconhecimento de todos os pernambucanos à inestimável contribuição que o escritor tem prestado à cultura brasileira. É também uma oportunidade de apresentá-lo às novas gerações, para que sua obra siga viva, envolvendo jovens leitores e motivando outros talentos do Estado”, comenta Marcelino Granja, Secretário Estadual de Cultura.

Neste sentido, uma das homenagens confirmadas é o polo literário do Festival de Inverno de Garanhuns 2018, que trará o nome de “Praça da Palavra Raimundo Carrero”, além de debates sobre sua obra e momentos de conversa com o escritor. Uma edição especial do “Suplemento Pernambuco”, da Cepe Editora, também será lançado durante o FIG.

CARRERO NAS ESCOLAS – A obra de Carrero vai chegar ao cotidiano escolar. Por meio do projeto Outras Palavras, realizado pela Secult-PE e Fundarpe, livros do escritor serão doados para as bibliotecas de centros educacionais do estado, promovendo debates sobre sua produção literária.

A Presidente da Fundarpe, Márcia Souto, adianta uma das ações especiais já confirmadas: “No próximo mês de março, a obra do escritor será trabalhada na Escola Estadual Professor Urbano Gomes de Sá, em Salgueiro, terra natal de Carrero. Será a primeira de uma série de visitas que o escritor fará às escolas do estado, estimulando o interesse na literatura entre estudantes e professores, e apontando para a permanência do lugar de destaque que seus livros ocupam na formação cultural dos pernambucanos”. 

PROGRAMA CARRERO 70 ANOS
Circuito de homenagens ao escritor Raimundo Carrero 

DEZEMBRO DE 2017

Medalha da Ordem do Mérito Guararapes  -  Concedida em 20 de Dezembro, no Palácio do Campo das Princesas, pelo Governador Paulo Câmara.

Leitura Dramatizada de “A história de Bernarda Soledade: a tigre do Sertão”, com as atrizes Ana Nogueira, Fabiana Pirro e Sílvia Góes. 

MARÇO DE 2018

Outras Palavras em Salgueiro

Escola Estadual Professor Urbano Gomes de Sá, em Salgueiro, recebe visita e bate-papo com escritor.

ABRIL DE 2018

Pasárgada.doc

Gravação de episódio especial Carrero 70 anos para a segunda temporada da websérie pasárgada.doc, produzida pela Coordenadoria de Literatura da Secult-PE e portal Cultura.PE

MAIO DE 2018

Participação de Carrero no Congresso Internacional do Livro, Leitura, Literatura no Sertão – Clisertão, em Petrolina. Mesa: “Desvendando Carrero” – o escritor conversa com jovens do Colégio de Aplicação da UPE, que trabalharão sua obra em sala de aula durante o primeiro trimestre do ano letivo.

JULHO DE 2018

FIG 2018
Polo de literatura do Festival de Inverno de Garanhuns se chamará “Praça da Palavra Raimundo Carrero” e terá programação alusiva à obra do escritor. Edição especial do Suplemento Pernambuco será lançada na ocasião

AGOSTO E SETEMBRO DE 2018

A Cepe Editora vai relançar obras de Carrero, sob o título “Ritos de Sangue”

Abertura da Exposição “Carrero 70 anos”, no Museu do Estado, reunindo originais, fotografias, matérias e exibição de curtas sobre a obra de Carrero.

< voltar para home