Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

MÚSICA

A diversidade marca os 15 anos do festival No Ar Coquetel Molotov

Neste ano, o festival contará com noite de abertura nesta quinta-feira (15) com show de Azealia Banks no Bailito. O No Ar Coquetel Molotov será no sábado (17), no Caxangá Golf & Country Club, onde se apresentarão mais de 20 bandas. No dias 15 e 16, evento também promove o Coquetel Molotov Negócios: Rodadas e Encontros.

Beto Figueiroa

Beto Figueiroa

Depois de lotar o Caxangá Golf & Country Club em 2017, o festival volta para o mesmo endereço neste ano.

Por Camila Estephania

Festival criado há 15 anos com a proposta de tornar mais acessíveis para os recifenses shows de artistas internacionais alternativos, o No Ar Coquetel Molotov tem adaptado a sua curadoria ao longo dos anos sem abrir mão do objetivo inicial, que busca aproximar o público do cenário underground. Maturado em um intervalo de grandes mudanças para a indústria da música, o evento assimilou bem os contextos culturais que surgiram nesse período e a cada ano parece ressignificar os conceitos que norteiam a sua programação, como prova a edição deste ano, que acontecerá neste sábado (17), a partir das 13h, no Caxangá Golf & Country Club, com apoio do Governo de Pernambuco.

Se há alguns anos a produção independente brasileira ganha cada vez mais destaque entre os convidados gringos, em 2018 o festival vai mais fundo e conta com nomes pernambucanos entre os headliners, como o Mestre Anderson Miguel e o MC Troia. “É engraçado, porque são artistas que a gente escuta, mas a gente não tem tanto acesso. Claro que há um público mais próximo deles, mas nosso público em geral não fica sabendo de shows deles e eles merecem estar em um palco grande”, defende a produtora Ana Garcia, que também identifica expressões nacionais e locais fora da mídia como algo compatível ao cenário alternativo.

José de Holanda

José de Holanda

O pernambucano Mestre Anderson Miguel está entre as atrações principais do evento, onde fará o show de lançamento de “Sonorosa”.

Lançando o álbum “Sonorosa”, Mestre Anderson Miguel leva para o Palco Coquetel Molotov a sua elogiada ciranda, que soma as tradicionais percussões do ritmo a elementos musicais mais modernos, como guitarras e metais. Entre os gêneros pernambucanos que mais tem despertado curiosidade dos pesquisadores mundo afora, o bregafunk também terá espaço com o show de MC Troia. Os pernambucanos se apresentarão no polo principal do evento, onde também subirão o indie neozelandês de Connan Mockasin, a paulista Anelis Assumpção (que lançará o disco “Taurina”), os goianos da Boogarins, o rapper mineiro Djonga (lançando o disco “O menino que queria ser Deus”), e o coletivo de funk carioca Heavy Baile.

Gabriel Green

Gabriel Green

Sucesso do indie neozelandês, Connan Mockasin também se apresentará no palco principal do festival.

“Sempre fizemos essa inversão. Nunca vou esquecer do show de China antes dos Racionais MC’s. Os fãs dos rappers sentados assistindo ao show do pernambucano, que faz um som bem diferente. Ou como aconteceu em 2012, quando teve Moraes Moreira e veio depois de Blonde Redhead. A nossa ideia é fazer o público ouvir coisas que são novas para eles e pensar a música de outra forma. Isso é uma constante que sempre teve na programação em diferentes proporções. Um festival serve não só para afunilar, mas também para provocar reflexões”, observa Ana, sobre a prática de tirar o público do seu lugar de conforto sonoro, sempre priorizando trazer novidades para a plateia recifense.

Não é à toa que a programação conta com tantos lançamentos. Além dos que já foram citados, somam-se à lista: Luedji Luna, que se apresenta pela primeira vez na Cidade com o disco “Um Corpo no Mundo”; Maria Beraldo com o álbum “Cavala”; Teto Preto que tocará o recém-lançado “Pedra Preta”; e a Catavento com “Ansiedade na Cidade”, por exemplo. Esses últimos sobem ao Palco Natura Musical que, como uma das principais marcas nacionais que investem na música independente, neste ano entra estreia uma parceria com o festival.

Divulgação

Divulgação

A cantora norte-americana Azealia Banks comandará a festa de abertura do Coquetel Molotov, nesta quarta (15). A atração foi um pedido do público.

DIVERSIDADE

O respeito à pluralidade musical também se reflete na diversidade de vozes que irão protagonizar o No Ar Coquetel Molotov deste ano. A festa de abertura que acontecerá no Bailito, nesta quinta-feira (15), a partir das 21h, será um verdadeiro presente para o público LGBTQI+, que teve seus pedidos atendidos e contará com um show extra da cantora norte-americana Azealia Banks na ocasião, com abertura da DJ Transalien – projeto da multiartista Ana Giselle que une uma transexual a uma alienígena. O evento oficial, no sábado, também contará com Batalha de Vogue, no Palco Natura Musical, show da drag queen Potyguara Bardô, no Palco Aeso & Som na Rural, e apresentação da mulher trans Maria Clara, no Palco Coquetel Molotov.

“As pessoas perguntam como um festival indie virou um festival que abraça as causas dos LGBTQI+, mas se pensar bem, sempre fomos um espelho do novo e do desafiador. Isso não tem nem cor nem gênero, fico feliz que a transição tem sido essa. Provavelmente nosso público ‘old school’ pode vir a achar que não estar sendo atendido, mas o rock também está lá: vamos ter o Deaf Kids, o Connan, a Boogarins, entre outros. Não deixamos nossas raízes, mas o festival cresceu está mais abrangente. Se o festival não acompanhar isso e permanecer jovem, ele vai perder o brilho e acabar estagnando”, avalia a produtora.

Divulgação

Divulgação

Dentre as atividades do Coquetel Molotov Negócios estão as sessões de pitching, em que artistas pernambucanos como Romero Ferro se apresentarão para produtores de todo o Brasil.

NOVOS VOOS

Prova do crescimento do No Ar Coquetel Molotov está também na multiplicação de suas ações. Além de contar com edições em Belo Horizonte e Belo Jardim, no interior de Pernambuco, o festival também realizará edição especial em São Paulo no próximo dia 30 de novembro e, a partir deste ano, também passa a contar com o Coquetel Molotov Negócios: Rodadas e Encontros dentro da programação da capital pernambucana.

“Através do Coquetel Molotov Negócios, a gente está conseguindo fazer uma programação gratuita para fomentar a cena independente e tem toda uma outra parte econômica, sobre como colocar sua música em playlists, como vende-la para comercial, como participar de festivais, que precisa ser discutida de maneira mais profunda aqui. Diante da crise que estamos vivendo, trazer os produtores e jornalistas para cá para conhecer o Coquetel e as bandas locais é um privilégio. Faz muito tempo que a gente não consegue transformar um evento em um ponto de encontro”, avalia ela.

Saiba como participar neste link.

Hannah Carvalho

Hannah Carvalho

A quarta edição do Molotov em Belo Jardim, neste ano, foi sucesso de público e reafirma a solidificação do festival também no interior de Pernambuco.

FEIRINHA

Além das rodadas de negócios para a indústria musical, o festival também movimenta o mercado de Design e Moda através da Feira NO AR, que será instalada no Caxangá Golf Club, também no sábado. O evento é uma excelente oportunidade para conectar ideias entre público e novos empreendedores. Serão 30 expositores de diversas áreas com estandes de moda, discos, decoração, acessórios e até tarô. Entre as marcas que participarão estão Contém Glitter, Castanheira Acessórios, Banca Ninja, Marina’s Arts And Crafts, Aladê, Banana Split, Nossateliê, Brechó Kombi e Revista O Grito, por exemplo. O espaço também contará com um grande time de tatuadores disponíveis para fazer flash tattoos.

Divulgação

Divulgação

No sábado (17), o festival contará com um espaço dedicado ao Design e Moda

ACESSIBILIDADE

Preocupados em garantir o bem-estar de todo o público, o No Ar Coquetel Molotov deste anos reforçará as medidas que trazem mais conforto às pessoas portadoras de deficiência. Entre as ações de acessibilidade, estão rampas de acessos a todos os setores, cardápios e mapa do festival em braile e sinalização de acessibilidade por todo o evento. Além disso, as pessoas com algum tipo de deficiência terão uma entrada especial para facilitar o acesso ao Molotov e front stage reservado para deficientes e acompanhantes, tanto no Palco Coquetel Molotov quanto no Palco Natura.

“Melhorou muita coisa. A acessibilidade vai além de ter uma rampa ou um banheiro especial, inclui questões como ter um bar em que o cadeirante possa alcançar. Estamos nos dedicando a esse trabalho e espero que seja um estímulo para outros eventos”, comentou Ana, que busca incluir ainda mais pessoas com deficiência através de parcerias como a do 99, que fará o transporte gratuito de ida e volta de 12 pessoas que tiverem deficiência motora. A empresa ainda fará um lounge com Ponto de Acessibilidade, que contará com equipe qualificada para atender cada tipo de deficiência, ajudando o público a circular pelo festival.

Pela primeira vez com o patrocínio da TNT Energy Drink e da Itaipava, o evento busca cada vez mais apoios que contribuam com a sua construção, como é o caso da parceria com a Cepe Editora, que garantiu a entrada da badalada banda argentina Usted Sanalemelo no line-up do Palco Natura Musical. “São 15 anos na luta para fazer as coisas acontecerem de uma forma onde tudo esteja muito costurado, pois temos verbas limitadas e queremos fazer coisas muito grandiosas. É uma pressão enorme, mas quando a gente vê o público lá é emocionante”, conclui a produtora.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

ABERTURA (Quinta-feira 15/11)

Show de Azealia Banks
Onde: Bailito (Rua Carlos Gomes, 390 – Prado/Recife)
Ingressos: R$ 100 (meia), R$ 140 (social) e R$ 200 (inteira)

FESTIVAL NO AR COQUETEL MOLOTOV (Sábado 17/11)
Onde: Caxangá Golf & Country Club (Av. Caxangá, 5362)
Ingressos: R$ 60 (meia), R$ 85 (social) e R$ 120 (inteira)

Palco AESO / Som Na Rural

Guma (PE)
Anjo Gabriel (PE)
Bule (PE)
Aqualtune e convidadas (PE)
Potyguara Bardo (RN)
A Banda de Joseph Tourton (PE)
Deafkids (RJ)
Gluetrip (PB)

Palco Natura Musical
Catavento (RS)
Duda Beat (PE)
Barbagallo (França)
Maria Beraldo (SP)
Usted Senalemelo (Argentina)
Luedji Luna (BA)
Jotaerre (BA)
Trio Lipstick – Batalha de Vogue e Desfile de Debutantes
Teto Preto (SP)
Selvagem (SP)

Palco Coquetel Molotov
Orquestra Jovem de Pernambuco (PE)
Mestre Anderson Miguel (PE)
Anelis Assumpção (SP)
Connan Mockasin (Nova Zelândia)
Boogarins (GO)
Djonga (MG)
MC Troia (PE)
Heavy Baile (RJ)

 

< voltar para home