Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

MÚSICA

Novos ares para o Coquetel Molotov em 2014

Décima primeira edição do festival vai acontecer no dia 11 de outubro com o patrocínio do Governo do Estado

por Leonardo Vila Nova

O festival No Ar: Coquetel Molotov chega à sua 11ª edição repaginado e de casa nova. A Coudelaria Souza Leão, na Várzea, um amplo ambiente ao ar livre, é que vai abrigar a jornada musical desse ano, marcada para o próximo dia 11 de outubro. Antes disso, uma programação extensa, que começa dia 27 de setembro e inclui Passeio Ecológico, a Mostra Play The Movie, shows da prévia, além de workshops e debates. Entre os destaques musicais, nomes como Russian Red (Espanha), La Femme (França), Flora Matos (DF), Phill Veras (MA), entre outros. Pernambucanos também figuram na grade: Karina Buhr, DJ Dolores, Graxa, Rua, The Trumps e Guilherme de Paula se apresentam. O Som na Rural, projeto de Rogê de Renor, também marcará presença no festival. O festival No Ar: Coquetel Molotov tem patrocínio do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura de Pernambuco/Fundarpe e da Empetur.

Pri Buhr/Secult-PE

Pri Buhr/Secult-PE

Kaina Buhr irá interpretar clássicos da banda Secos e Molhados

A mudança de local que acontece neste ano reflete uma renovação natural do evento, que vem ganhando outras dimensões e contornos nos últimos anos. Saindo do ambiente de teatros fechados, o Coquetel Molotov segue agora para um espaço ao ar livre. “Era um desejo de renovação mesmo. Estamos fechando um ciclo depois de 10 anos de festival. Agora é Coquetel Molotov ano 1 novamente“, explicou Ana Garcia, uma das produtoras do festival. A programação começa, justamente, com o Passeio Ecológico, no Jardim Botânico do Recife, no dia 27 de setembro. A atividade é promovida em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade. A proposta é levar o Coquetel Molotov para além da programação de shows, mostras de cinema e debates, e inseri-lo em conceitos que dialoguem com questões contemporâneas, como a cultura da sustentabilidade e as artes integradas.

Já na Coudelaria Souza Leão, onde acontece a programação do dia 11 de outubro, esse conceito ganha ainda mais sentido, ao integrar o festival a essa nova realidade. Em um espaço de campo, verde e natureza, estarão dispostos três ambientes, que abrigarão dois palcos e uma área de convivência, com diversas atividades. Artistas de rua estampando outdoors, bicicletas que produzem energia solar (para o carregamento de aparelhos celulares, por exemplo), criação de instrumentos musicais para possíveis jams sessions dos artistas que se apresentam no festival, além de 25 expositores das mais diversas marcas. Tudo será voltado a criar um clima mais livre e natural, imergindo o festival numa outra atmosfera, diferente de um centro de convenções e um teatro. “Pensamos que era preciso redescobrir o que existe na cidade, algo que fosse além da oferta de shows, e que atendesse às novas demandas geradas pelo crescimento do festival“, explicou Jarmeson de Lima, também produtor do Coquetel Molotov.

Confira AQUI a programação completa do No Ar: Coquetel Molotov.

Shows
Na programação principal do Coquetel Molotov, que acontece no dia 11 de outubro, dois palcos abrigarão os shows. Começando agora mais cedo, a programação do palco Red Bull Music Academy tem início às 15h, com o pernambucano Guilherme de Paula. Serão sete atrações ao longo da tarde/noite. A última delas, a dupla Bok Bok (UK), se apresenta à meia-noite em ponto.

No meio dessa primeira programação, por volta do pôr-do-sol, têm início os shows do palco principal. A primeira apresentação é do músico paraense Jaloo (PA). Quem encerra são os paulistas da Aldo The Band, que sobem ao palco por volta de 1h. Nesse ínterim, passarão por lá as principais atrações do festival, como a banda La Femme (França), com seu pop psicodélico, de base krautrock e pegada de surfmusic. Nova sensação da música europeia, a cantora espanhola Russian Red também se apresenta. O hip hop nacional será representado na voz e na rima de Flora Matos (DF).

Divulgação

Divulgação

Franceses do la Femme também se apresentam no festival

A cantora Karina Buhr – na verdade, nascida em Salvador (BA), mas com sua vida e carreira musical consolidada em Pernambuco – é uma velha conhecida do público, por suas performances explosivas e letras “romanticamente corrosivas”. Dessa vez, ela traz, pela primeira vez para Pernambuco, o show baseado no repertório da mítica banda Secos e Molhados, da qual fez parte o cantor Ney Matogrosso. O maranhense Phil Veras também está na programação, como o escolhido da enquete realizada pelo festival no início do ano. Já a banda paulista Inky se junta ao músico pernambucano Rodrigo Coelho, num diálogo entre o rock e a música eletrônica.

Nos horários alternados dos shows, a opção é visitar o terceiro espaço, onde estarão localizadas as outras atividades do festival, e onde o público também poderá conferir o Som na Rural, de Rogê de Renor, que ficará instalado na área, recebendo DJs convidados.

Play The Movie
Por mais um ano, o Coquetel Molotov traz ao público a Mostra Play The Movie, que acontece no Cinema São Luiz. De 30 de setembro a 3 de outubro, serão exibidos filmes – entre longas e curtas – que têm sempre a música como pano de fundo, além de clipes pernambucanos. Todos os dias, ao final de cada sessão, uma atração musical se apresenta, executando, ao vivo, a trilha sonora de uma produção cinematográfica. O homenageado da Mostra é o “sergipano-pernambucano” Hélder Aragão, o DJ Dolores, presença constante nas trilhas sonoras dos principais filmes pernambucanos dos últimos 15 anos. Ele encerra o Play The Movie, no dia 03, ao lado da VJ Mary Gatis, formando a Banda Sonora Duet.

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

DJ Dolores encerra a programação da Mostra Play The Movie

No dia 30 de setembro, abertura da Mostra, a banda Rua (PE) executará a trilha do filme espanhol “Finisterrae” (2010), do ator e diretor Sérgio Caballero. The Trumps (PE) vem, no dia 1º de outubro, com o clássico do cinema brasileiro “À meia noite levarei sua alma” (1963), de José Mojica Marins, o Zé do Caixão. No terceiro dia da Play The Movie, 2 de outubro, o músico Maurício Pereira, da banda Mulheres Negras, estará presente para comentar o filme “Música serve pra isso – Uma história dos Mulheres Negras”, e, junto ao pianista Daniel Szafran, tocará o seu disco “Mergulhar na surpresa” (1998), que servirá de trilha para o filme “8¹/²” (1963), de Fellini.

Prévia
A programação totalmente dedicada à música começa no dia 4 de outubro, com a realização da prévia do Coquetel Molotov, que acontece na casa de shows Estelita (Cabanga). Quem se apresenta nesta noite são o cantor e compositor Graxa (PE) e a banda Audac (PR).

Juvenil Silva/Divulgação

Juvenil Silva/Divulgação

O cantor e compositor Graxa é atração da prévia, no Estelita

Com suas letras que retratam, de forma particular e bem humorada, situações do cotidiano (em geral auto-biográficas), o músico Graxa apresenta ao público uma sonoridade que trafega pelo rock’k'roll, blues e o brega, presentes no seu primeiro disco, “Molho” (2013), que também teve uma tiragem em vinil. Tiradas sobre amores platônicos, situações inusitadas numa unidade da UPA, o ingrato dia a dia de um garçom estão entre os assuntos presentes nos versos irônicos do “cronista do Jiquiá”.

Com seu primeiro disco lançado em 2013 (este ano no Japão e na Europa), sob a batuta do primeiro produtor dos Strokes, Gordon Raphael, a banda curitibana Audac traz ao palco uma sonoridade que se equilibra entre a visceralidade do rock lo-fi e os vocais suaves de Alyssa Aquino e Débora Salomão. Pela primeira vez em Pernambuco, eles prometem agitar o palco do Estelita, com sua música que passeia por influências dos anos 1980 e 1990.

Oficinas e debates
O espaço Roda Café, no Bairro do Recife, vai abrigar mais uma etapa do Coquetel Molotov. De 08 a 10 de outubro, sempre às 14h, profissionais de diversas áreas vão discutir temas ligados a cultura contemporânea. Empreendedorismo, financiamento colaborativo, sustentabilidade e mercado da música estarão nas pautas. O produtor Carlos Eduardo Miranda marcará presença no último dia, debatendo o tema “Como sobreviver e se adaptar ao novo mercado musical”.

< voltar para home