Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

A dança botou o teatro para ferver

A noite de quinta (16/8) no Cine Teatro Santa Rosa, em Pesqueira, foi de muito passo e ritmo

Por Julya Vasconcelos

De repente, dos cantos laterais e da passarela central que dá acesso ao palco vão surgindo passistas de frevo caminhando com passo leve. Interagindo com o público, como que reverenciando os presentes, os bailarinos do grupo Lúden Cia. De Dança, do Recife, vão chegando suavemente ao tablado, até deixar evidente o porquê de o nome do seu espetáculo ser “Efervescência” (apresentado ontem, dia 16/8, durante a mostra de dança no festival de Pesqueira).

Clássicos do frevo foram dançados pelo grupo, que fez uma apresentação vigorosa e competente para um público que vibrava em meio às acrobacias e à explosão de cores no palco. Taciana, de 3 anos, dançou durante todo o espetáculo. “Ela adora dançar e, inclusive, nasceu no dia do frevo”, contou a avó, Tânia, que disse precisar haver mais iniciativas como o festival em Pesqueira.

Já o espetáculo “O segredo da imaginação”, do Grupo Fenômenos de Rua, de Pesqueira, fez o público embarcar na história de uma menina que consegue dar vida às suas bonecas apenas com um desejo. De forró a música eletrônica, um pout-pourri de músicas dos mais variados estilos embalou coreografias que empolgaram a plateia conterrânea.

Mais cedo, abrindo a noite, o grupo de sapateado Pé com Som, também do Recife, apresentou coreografia e figurino baseados na figura delicada do palhaço, ao som basicamente de clássicos do jazz.

Hoje tem mais dança no festival de Pesqueira. Na Praça da Rosa, vale a pena conferir o espetáculo “O fio das miçangas”, às 17h.

< voltar para home