Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Aldeia Cimbres acolhe encontro de culturas tradicionais nesta sexta-feira em Pesqueira

Indígenas e quilombolas se encontrarão para discutir a relação das manifestações culturais com sua identidade tradicional

Apresentações culturais e roda de diálogo sobre o coco integram programação do Encontro de Culturas Tradicionais do FPNC Pesqueira. Foto: Ricardo Moura

Apresentações culturais e roda de diálogo sobre o coco integram programação do Encontro de Culturas Tradicionais do FPNC Pesqueira. Foto: Ricardo Moura

De onde vem o coco? O ritmo tipicamente nordestino, com roupagens diversas, de acordo com a região, não tem origem determinada. O que se sabe é que a batida cadenciada, geralmente marcada pelas pisadas dos tamancos, mescla influências indígenas e africanas. E é justamente retomando e rediscutindo essas origens – e trocando as sonoridades – que se encontrarão no território dos xucurus, durante a programação do FPNC em Pesqueira, indígenas e quilombolas do Coco Origem do Ororubá e do Samba de Coco de Chã dos Negros, respectivamente.

No Encontro das Culturas Tradicionais, serão discutidas e compartilhadas as histórias de ambos grupos, suas origens, influências, perspectivas e participação na comunidade, com a proposta de refletir sobre a relação das manifestações culturais com a identidade tradicional dos povos. O encontro será realizado na Aldeia Cimbres (território Xucuru do Ororubá), na sexta (dia 16/8), a partir das 17h. “A ideia de colocar esses dois grupos em contato é fortalecer suas manifestações e possibilitar que eles conheçam e reconheçam variações do coco em seus diversos contextos e práticas culturais”, explica Erika Nascimento, coordenadora de Povos Tradicionais e Populações Rurais da Secult-PE. “As comunidades tradicionais entendem a perspectiva da troca como fundamental no processo de fortalecimento e de reconhecimento das especificidades de suas culturas”, acrescenta a coordenadora.

Depois da troca de saberes, os grupos se apresentarão no mesmo local, a partir das 18h, quando também acontecerá uma apresentação do grupo de teatro da Aldeia Cana Brava, do território Xucuru, e do membi xucuru, uma expressão ritualística própria desse povo.

Serviço:
Encontro das Culturas Tradicionais
Sexta-feira, 16/08
A partir das 17h
Local: Aldeia Cimbre (Território Xucuru – Pesqueira)

< voltar para home