Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Cortejo lembra vaqueiro lendário do Sertão

Os aboiadores Cícero e Justino também se apresentaram o ano passado, nos 100 anos de Gonzagão. (Foto: Marcelo Soares)

Os aboiadores Cícero e Justino também se apresentaram o ano passado, nos 100 anos de Gonzagão. (Foto: Marcelo Soares)

Cortejo a Jacó com vaqueiros de toda a região sai no domingo (8/12) do Parque Aza Branca, às 9h, e segue até a Fazenda Araripe 

Não há um vaqueiro no Sertão que não saiba a história de Raimundo Jacó. O aboiador que era primo de Luiz Gonzaga e morreu assassinado, virou lenda, sendo lembrado por todos como símbolo das agruras que o sertanejo passa. Em Serrita, a 90 km do Exu, a famosa Missa do Vaqueiro celebrada em homenagem a Jacó acontece todo ano, no mês de julho.

No Exu, na comemoração dos 101 anos de Gonzagão, a homenagem ao mítico vaqueiro será em forma de cortejo. No Domingo (8/12), a partir das 9h, vaqueiros de associações de Moreilândia, Sítio Pau Grande, Timorante e Granizo farão um cortejo em homenagem a Jacó, saindo do Parque Aza Branca e chegando na Fazenda Araripe.

Às 11h30 a festa profana dá lugar à cerimônia religiosa, o vaqueiro lendário e os demais serão agraciados com uma Missa de Ação de Graças.

À tarde, música e poesia tomam conta dos festejos. Às 14h, o grupo Alegria de Pé de Serra anima os vaqueiros. Depois é a vez dos famosos aboiadores de Serrita e Cedro, Chico Justino e Cícero Mendes fazerem soar a poesia cantada mais característica do Sertão.  Para fechar a festa sobe ao palco o forrozeiro Tony Monteiro.

Até o próximo domingo (15/12), os festejos na cidade seguem a todo vapor, com oficinas, exibições de vídeos, encontros de sanfoneiros e muito forró.

DOMINGO (08/12)

Cortejo a Jacó - Cavalgada com vaqueiros das associações de Moreilândia, Sítio Pau Grande, Timorante e Granito
Local: Concentração – Parque Aza Branca / Chegada: Fazenda Araripe
Horário: A partir das 9h

 

< voltar para home