Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Espetáculos de dança, teatro e circo no Festival Pernambuco Nação Cultural

As artes cênicas vão estar presentes nas cidades de Lagoa do Carro e Goiana, na Mata Norte, durante esta semana

Enlassos Cia. de Teatro (Foto: Divulgação)

Enlassos Cia. de Teatro (Foto: Divulgação)

Dança, circo e teatro estão na programação do Festival Pernambuco Nação Cultural, que se estende do próximo dia 26 até o dia 1º de abril na Mata Norte do estado. As cidades de Goiana e Lagoa do Carro vão sediar os espetáculos. O festival é promovido pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult-PE), através da Fundarpe.

Nesta quarta-feira, dia 28, às 20h, acontece o espetáculo “Brincadeiras de Palhaço”, no Clube Nacional em Lagoa do Carro. A peça, montada pela trupe Irmãos Santana, conta a trajetória de três palhaços mambembes que viajam por cidades nordestinas apresentando a sua arte, levando alegria para crianças e buscando sua felicidade. “Brincadeiras de Palhaço” tem roteiro inspirado nos palhaços tradicionais circenses, com música, malabares, acrobacia e mágica, entre outros números.

Na quinta-feira, às 16h, no Clube Nacional, Lagoa do Carro recebe a peça “Assim me contaram, assim vou contando”, dirigida por Márcio Fecher. A divertida e poética trama está centrada nos palhaços Pitomba e Severino da Gota Serena, que, com instrumentos musicais e elementos cênicos revivem histórias curiosas.

Lagoa do Carro recebe na sexta-feira, dia 30, no Clube Nacional, o espetáculo “Dança Urbana”, montado pelo grupo MC H2P Crew, que tem base na própria região. Já no sábado, dia 31, às 20h, também no Clube Nacional, a Compassos Cia. De Dança apresenta “Sobre um paroquiano”. São cinco bailarinos/atores que dançam e interpretam os conflitos de uma família pequeno-burguesa. A direção e produção é de Raimundo Branco.

GOIANA
Em Goiana, os espetáculos também acontecem a partir desta quarta-feira, dia 28. Às 20h, no Cine Teatro Polytheama, será exibido “Oxum, a rainha das águas doces”, pela Cia. Dança Tapirurama. O espetáculo apresenta temas decorrentes da história e cultura afro-brasileira contribuindo para a valorização da cultura negra com balé contemporâneo.

Na quinta-feira, dia 29, às 20h, também no Cine Teatro Polytheama, acontece outro espetáculo de dança: “Guarda Sonhos”, do Grupo Peleja. O processo de criação de “Guarda Sonhos” parte de tradições coletivas para chegar a uma expressão singular, trazendo à cena as ferramentas que fazem parte da trajetória pessoal da intérprete-criadora, tais como a dança contemporânea, o teatro físico e o butô. O espetáculo transita entre a dança e o teatro.

A dança volta à programação do Festival Pernambuco Nação Cultural em Goiana, na sexta-feira, dia 30, às 20h, no palco do Cine Teatro Polytheama, através do espetáculo “Leve”, do Coletivo Lugar Comum. O espetáculo transporta para a cena as sensações, sentimentos e questionamentos do ser humano diante da morte, criado sob a perspectiva de quem viveu a perda, a partir das vivências das criadoras-bailarinas Maria Agrelli e Renata Muniz.

Já no sábado, dia 3, a programação do festival abre espaço em Goiana para o espetáculo circense “A céu aberto circo pano de roda Lona estrelada Boca calada”, da Cia. 2 em Cena. O espetáculo conta a história de seis palhaços que moram em um circo pano de roda e vivem numa grande brincadeira. O local da apresentação é o Cine Teatro Polytheama e o horário é 16h.

No domingo, dia 1º de abril, às 16h, no Cine Teatro Polytheama, será apresentada a peça infanto-juvenil “Algodão doce”, montada pela Cia. Mão Molenga Teatro de Bonecos com direção de Marcondes Lima. O espetáculo ilustra o doce-amargo da cultura do açúcar, seu rico imaginário e suas contradições, desde a chegada da cana-de-açúcar ao Brasil.

 

< voltar para home