Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

FPNC leva cultura popular ao povoado Caraíbas

Oito grupos artísticos levaram animação e lazer para os moradores da região

Rodrigo Ramos/Mais Cultura

Rodrigo Ramos/Mais Cultura

Manifestações da cultura popular encheram a Praça da Matriz no povoado de Caraíbas

A cultura popular se fez forte e presente neste sábado (11/10), durante o último dia da programação do Festival Pernambuco Nação Cultural no Sertão do Moxotó. Na Praça da Matriz do povoado de Caraíbas, no município de Arcoverde, oito atrações levaram animação e lazer para os moradores da região. Passaram por lá os grupos Trupe Pernas de Pau Brincando nas Alturas, teatro de bonecos Mamulengo Nova Geração, Reisado das Caraíbas, Banda de Pífanos Santa Luzia de Arcoverde, Urso Pé de Lã, Maracatudo e Grupo de Dança do Mazurca Manari, estes dois últimos pontos de cultura do Estado.

O nome Carnaíba vem de uma planta chamada Carnaubeira e, segundo os moradores locais, existia apenas um exemplar desta espécie na região, daí a homenagem. Outra história contada por lá é que o terreno onde fica o povoado era de quatro irmãos, que cederam à Igreja Católica e por sua vez recebeu famílias.

Rodrigo Ramos/Mais Cultura

Lula, fundador do Maracatudo, grupo que mistura maracatu com funk e soul, nasceu em 2010 e que faz parte do Ponto de Cultura Orquestra de Arcoverde, comemora a chegada do festival, promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura (Secult-PE) e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). “Achei ótimo. A gente precisa descentralizar o acesso a cultura, levar mais pra Zona Rural. Isso é muito importante pra aquele povo”, comentou, referindo-se no final aos moradores do povoado.

Rodrigo Ramos/Mais Cultura

Antonio Pereira, presidente e cantor do Reizado de Caraíbas, fundado em 1938, elogiou a iniciativa do Governo do Estado no sentido da valorização e fomento da cultura popular em Pernambuco. “Temos somente o reisado aqui em Caraíbas. Trazer essas outras manifestações da cultura popular, como o teatro de mamulengos e o maracatu estimula nossas crianças a no futuro trazerem para a comunidade mais cultura”, opina Antônio Pereira.

< voltar para home