Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Oficinas renovam a tradição popular de Pesqueira

Dona Maria José, 63 anos, aprendeu a arte da renda em família e, durante essa semana, está tendo a oportunidade de aprimorar seu trabalho, através da oficina de Eco Design – Tingimento Natural, que acontece na Cooperativa Mista dos Artesãos de Pesqueira, dentro da programação do FPNC. “Sempre quis trabalhar com renda colorida. É lindo demais. Mas, nunca dava certo e eu não tinha ideia do que estava errando, então desisti. Agora posso voltar a trabalhar com as cores”, diz, animada, a artesã.

Já no segundo módulo, a atividade voltou à cidade de Pesqueira, com novas técnicas, a pedidos das próprias rendeiras.  Para a designer Adélia Collier, que está ministrando a oficina, essa é uma grande oportunidade para que a tradição possa ser renovada. “Trabalhamos com técnicas que usam materiais ao alcance delas. A ideia é que elas aprimorem o que já fazem, se profissionalizem cada vez mais e que isso ainda seja feito pensando na sustentabilidade”, afirma a oficineira.

Segundo Cecília Pessoa, coordenadora de Design & Moda da Secretaria de Cultura de Pernambuco, “as oficinas são sempre pensadas para atender as necessidades da população. Buscamos atender as demandas que eles nos apresentam nos diálogos que antecedem o FPNC. Essa é uma das maneiras de deixarmos nossa contribuição nas cidades onde passamos”.

Além dessa oficina, outras oito estão sendo oferecidas pelo Festival. Todas procurando contribuir para o fortalecimento da cultura popular através da interação com a população e o intercâmbio entre as regiões, como é o caso da oficina de Pífano – Confecção e Toque, que está sendo ministrada por Lula Moreira, da Orquestra Sertão, de Arcoverde, Sertão do Moxotó. Para algumas delas, ainda há vagas. São elas: Modelagem – Módulo 2, Riscos (motivos) da Renascença, Eco Design – Tingimento natural e Cineclube como Ferramenta Pedagógica. As inscrições estão sendo feitas na Secretaria de Turismo da cidade e todas são gratuitas.

As oficinas também buscam o intercâmbio entre as regiões de Pernambuco.

As oficinas também buscam o intercâmbio entre as regiões de Pernambuco.

< voltar para home