Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Pernambuco Nação Cultural chega ao Sertão do Moxotó pela primeira vez

Isabella Valle

O trupé do Samba de Coco de Raízes de Arcoverde (Foto: Isabella Valle)

O trupé do Samba de Coco de Raízes de Arcoverde (Foto: Isabella Valle)

O Sertão do Moxotó é a próxima parada do circuito de festivais Pernambuco Nação Cultural. A novidade foi lançada na última segunda-feira (2/4), no Teatro do Arraial, com a presença do secretário de Cultura do Estado, Fernando Duarte, que destacou a inclusão desta região na caravana do Festival Pernambuco Nação Cultural – FPNC, cujo início da sua trajetória itinerante se deu na Mata Norte do Estado, com ações de arte, cultura e formação em 18 cidades. No Moxotó, o festival terá como cidades-polos Arcoverde e Sertânia, mas estenderá suas atividades também aos municípios de Custódia, Ibimirim, Inajá, Betânia e Manari.

O festival é uma promoção do Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe.  Segundo o secretário de Cultura Fernando Duarte, o Festival Pernambuco Nação Cultural vai além de um circuito de eventos: “O festival vem se consolidando, nos últimos anos, como uma ação estratégica para a construção e a consolidação de uma política pública de cultura no estado”, afirma Fernando Duarte.

“A chegada do Festival Pernambuco Nação Cultural na região do Moxotó, com cidades importantes no cenário cultural de Pernambuco – como Arcoverde na música, Sertânia na literatura e Betânia nas tradições quilombolas – tem a grande missão de colocar em movimento iniciativas artísticas já existentes na região. Tanto as tradições populares quanto as manifestações contemporâneas terão espaço no festival, um belo momento de encontros e diversidade artística”, diz Leo Antunes, coordenador do festival. Além da música, que consegue mobilizar maior público, incluindo o de municípios vizinhos, a grande característica do FPNC é promover a cultura em todas as suas linguagens. Assim, na programação também haverá encontro de mestres de tradições populares, mostra de audiovisual, teatro, oficina de formação, mostra de artesanato e fotografia.

Como tem acontecido nas demais regiões, o FPNC culmina com a realização de shows. Nesta edição, haverá palcos em Arcoverde e em Sertânia. Em Arcoverde, a programação acontece durante quatro dias a partir da quarta-feira, com apresentação de bandas do cenário punk rock do estado. No primeiro dia, tocam as bandas Fetus, Sistema de Protesto, BCR e Irmandade Punk (todas de Arcoverde), B.U (projeto paralelo da banda Devotos) e Plugins. Na quinta-feira, será dia de homenagem a Luiz Gonzaga – devido o ano de seu centenário, a homenagem ao rei do baião se repetirá em todas as edições do festival Nação Cultural –, com apresentações dos arcoverdenses Paulinho Leite, Tonino Arcoverde, Pariceiros e, de Exu, Joquinha Gonzaga, sobrinho de Gonzagão. Na sexta, o palco principal é do sambista Xico de Assis, do Samba de Coco Raízes de Arcoverde e das bandas Rivotril e Mundo Livre S/A, fechando com o DJ Patrick Tor4. No sábado, tocam a Bande Dessinée, o compositor recifense Tibério Azul, Lirinha (ex-Cordel do Fogo Encantado), Original Olinda Style e novamente o DJ Patrick Tor4.

Confira programação completa do Moxotó AQUI

 

< voltar para home