Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Poesia itinerante em Sertânia

A agente Luna Vitrolina solta o verso para a população da cidade (Foto: José Jaime Junior)

A agente Luna Vitrolina solta o verso para a população da cidade (Foto: José Jaime Junior)

O projeto literário A Gente da Palavra mudou a rotina de Sertânia na manhã desta quinta-feira (12/4), com recitais poéticos itinerantes. Inserida na programação do Festival Pernambuco Nação Cultural 2012 – Sertão do Moxotó, a ação passou pela rádio comunitária Voz da Vila, pela Escola Municipal Governador Etelvino Lins de Albuquerque e pelo Posto de Saúde da Família Vila da Cohab.

Em cada local, os agentes poéticos soltaram o verso, recitando poemas próprios e de outros autores. À frente do projeto, estavam dois poetas de Sertânia (Glauber Amaral e Felipe Morais) e dois do Recife (Luna Vitrolina e Aldo Lins). Eles levaram poesia a um público estimado em 193 crianças e 58 adultos, entre homens e mulheres. Radicado em São Paulo, Glauber também está ministrando em Sertânia a oficina “Diálogos – Experimento antropofágico”. Ele é ligado ao Teatro Oficina, de José Celso Martinez.

Inspirado nos agentes de saúde, o A Gente da Palavra está rodando pela cidade moxotense desde segunda-feira (9/4), quando o festival teve início na região. A ação é realizada até amanhã de manhã em Sertânia.

Durante todo o sábado (14/4), a programação literária do município conta ainda com o Disk Literatura, que acontecerá como uma espécie de delivery de poesia. As pessoas vão poder ligar para o telefone (87) 3841.1206 e solicitar gratuitamente um recital em sua casa.

 

< voltar para home