Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Poesia vai ao Loteamento Santana

Grupo composto por quatro poetas percorreu bairro recitando poesia na porta das casas

Moradores foram surpreendidos por poetas nas portas de suas casas. (Foto: Ricardo Moura)

Moradores foram surpreendidos por poetas nas portas de suas casas. (Foto: Ricardo Moura)

Por Chico Ludermir

O Loteamento Santana, em Limoeiro, foi destino do primeiro dia do “A Gente da Palavra”do Agreste Setentrional. Nesta quinta-feira (30/8), o projeto da coordenadoria de literatura da Secretaria de Cultura de Pernambuco levou quatro poetas naturais da cidade para declamarem de porta em porta.

Dona Maria José da Conceição, 59 anos, abriu sua casa amarela, na Rua JAlbertino Sebastião da Silva, sem esperar a surpresa. Altair Leal e Maciel França a aguardavam com poemas na ponta da língua. “Ninguém nunca tinha batido na minha porta para declamar poesia”, explicou-se ela, mais acostumada, no entanto, com políticos e pregadores.

Mais à frente, Andrea de Paula, acabara de ser surpreendida por outra dupla de poetas. Jadenilson Gomes e Sivaldo deixaram a dona da casa feliz de ter ouvido poesia ao vivo. “Eu gosto muito de Vinicius de Moraes, mas escutar aqui foi diferente˜, afirmou ao lado da filha Emily, de 4 anos, que também gostou daquilo que chamou de “historinha”.

“É disso que a gente precisa. A gente vive em um mundo cheio de problemas. Quando a gente escuta coisa bonita, dá um ânimo”, afirmaram as irmãs Joseane e Ronilda Andrade. Como gesto de gratidão, acabaram dando todo o saco de bolachas de queijo, que elas haviam comprado em Fira Nova, para o grupo.

“Eu acho importante a poesia chegar na casa das pessoas de forma oral. Isso contribui muito para a formação de um publico de poesia”, afirmou Altair. “O que nos marcou foi a mudança de semblante das pessoas para melhor”, completou Jadenilson.

Nesta sexta-feira (31/8), o projeto A Gente da Palavra chega à Escadara do Redentor, também em Limoeiro. Além disso, no mesmo dia, acontece ainda a soltura de livro pela cidade no projeto “Livros Livres” e o Recital Poético Musical, às 20h no Anfiteatro da Praça da Bandeira.

Joseane se disse cheia de ânimo depois de ouvir poesia. (Foto: Ricardo Moura)

Joseane se disse cheia de ânimo depois de ouvir poesia. (Foto: Ricardo Moura)

 

< voltar para home