Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Rock e forró no luar do Sertão Central

“Eu curto rock e hoje posso curtir o som que eu gosto feito por gente da minha cidade”, afirmou Luiz André, de 23 anos, antes de começarem os shows da noite dessa sexta-feira (31/5). A frase dele resume a proposta do Palco Garagem do FPNC, em Salgueiro: trazer para o público as bandas que, muitas vezes, se resumem às suas garagens e estimular o processo criativo para que possam se revelar no cenário musical pernambucano.

A primeira banda da noite representou bem essa cena. A 48 graus está firmada na região do Sertão Central como a primeira banda de rock alternativo a gravar um disco com músicas autorais. Com um estilo agradável, suas letras retratam a realidade de muitos jovens e a ideia dos componentes da banda é justamente essa: de que o público possa se identificar com a música deles.

48 graus foi a primeira banda da cena alternativa da região a gravar músicas autorais (Foto: Ricardo Moura)

48 graus foi a primeira banda da cena alternativa da região a gravar músicas autorais (Foto: Ricardo Moura)

Banda Ressonância fez releitura de grandes clássicos (Foto: Ricardo Moura)

Banda Ressonância fez releitura de grandes clássicos (Foto: Ricardo Moura)

A banda Ressonância, também de Salgueiro, além de suas composições próprias, fez cover de alguns clássicos, como Rolling Stones, Legião Urbana e Barão Vermelho. O público aprovou. “Gosto de conhecer as bandas daqui, mas é bom também quando eles colocam os nossos ídolos no repertório. O show fica ainda melhor”, disse Isabela Santos, estudante, que gosta de acompanhar a cena musical da região. “Eu sempre pesquiso, baixo vídeos, mas sinto falta dos shows. Amanhã venho de novo.”

A temperatura já estava baixando, quando Rogério e Os Cabras subiram ao Palco Garagem para esquentar o a noite. Natural de Garanhuns, com letras que apresentam os elementos da cultura regional, a banda trouxe suas influências do reisado, coco e baião para o Sertão pernambucano. A música unida à declamação de poesias de cordel dão um estilo ainda mais regional à banda, que fez o público dançar um forrozinho à luz do luar sertanejo.

Rogério e Os Cabras encerraram a primeira noite do Palco Garagem (Foto: Ricardo Moura)

Rogério e Os Cabras encerraram a primeira noite do Palco Garagem (Foto: Ricardo Moura) 

Forró para esquentar a noite de Salgueiro (Foto: Ricardo Moura)

Forró para esquentar a noite de Salgueiro (Foto: Ricardo Moura)

< voltar para home