Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival pernambuco nação cultural

Som regional abriu o Palco Coreto em Arcoverde

Show da banda Baião de Viola (Foto: Clara Gouvêa)

Show da banda Baião de Viola (Foto: Clara Gouvêa)

Por Raquel Holanda

A Praça da Bandeira, na cidade de Arcoverde, marca a história da cidade desde 1951. Nesta quinta-feira (12), pela primeira vez o espaço recebeu um palco do Festival Pernambuco Nação Cultural. O Palco Coreto deu o pontapé inicial da noite de shows que Arcoverde prestigiou ontem.

A primeira apresentação da noite foi a banda arcoverdense Orquestra do Sertão. Numa performance envolvida pelo som do pífano, o grupo agradou o público e mostrou que não tem idade para se gostar de música popular.

O pequeno João Vítor tem apenas 6 anos, mas acompanhou a apresentação da Orquestra do Sertão sem perder o foco. “João sempre vem comigo em shows de música popular e pelo que percebo, ele já demonstra que prefere o forró”, falou Alan Siqueira, pai da criança, enquanto tentava controlá-lo para não subir ao palco.

“Essa é uma oportunidade incrível para os artistas da cidade poderem mostrar seu trabalho, e aliada à possibilidade de revitalizar espaços como este da cidade, contribui para que as próprias pessoas daqui valorizem mais nossos monumentos”, comentou Lula Moreira, vocalista e pifaneiro da Orquestra do Sertão, sobre a experiência de receber pela primeira vez o FPNC em sua cidade.

A noite no Palco Coreto contou ainda com a apresentação de Tenório e Baião da Viola, num show com muito coco ritmado em forró, fechando com Lia Moraes, interpretando grandes sucessos da música brasileira.

< voltar para home