Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

12ª Semana do Patrimônio abre inscrições para realização de atividades em sua programação

Propostas podem ser enviadas até 14 de junho

Jan Ribeiro/ Secult-PE/ Fundarpe

Jan Ribeiro/ Secult-PE/ Fundarpe

As ações vão ocupar os equipamentos culturais gerenciados pela Secult-PE/Fundarpe

A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) abre inscrições para participação da comunidade na programação de atividades durante a 12ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, que acontece de 12 a 17 de agosto de 2019.

Produtores, instituições culturais, escolas, artistas, pesquisadores, professores, estudantes e pessoas interessadas na temática do patrimônio podem propor atividades a serem realizadas durante a Semana nos equipamentos culturais do Estado. As inscrições poderão ser feitas por meio da plataforma Mapa Cultural até o dia 14 de junho.

Pela primeira vez, a Semana do Patrimônio abre os equipamentos culturais do Estado para sediar propostas de atividades a serem realizadas nos seguintes espaços: Estação Central Capiba – Museu do Trem, Espaço Pasárgada, Museu do Estado de Pernambuco – MEPE, Museu Regional de Olinda – MUREO, Museu de Arte Sacra de Pernambuco – MASPE, Museu de Arte Contemporânea – MAC e Casa da Cultura Luiz Gonzaga. A descrição detalhada dos espaços consta no Anexo_I.

As atividades devem ser relacionadas às temáticas do patrimônio cultural, nas diversas áreas e linguagens. Serão aceitas inscrições em atividades culturais e acadêmicas (apresentações, seminários, performances, recitais, exposições, palestras, rodas de diálogo, oficinas, mostras…).

Sobre o tema
A 12ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco – com o tema Territórios Educativos e Culturais: Diálogos Possíveis - tem como objetivo um amplo e qualificado debate sobre as relações entre os territórios educativos e culturais e suas potencialidades para o Patrimônio Cultural, por meio de atividades distribuídas nos eixos de ação: Brincar com o Patrimônio, Experimentar o Patrimônio, Interpretar o Patrimônio e Pensar o Patrimônio.

O tema proposto congrega significativa importância para o estabelecimento, continuidade e comprometimento do diálogo entre os campos do Patrimônio Cultural e da Educação de acordo com o Plano Estadual de Cultura e o Plano Estadual de Educação. Entendemos que os territórios educativos incorporam espaços de experimentação que exercem papel transformador, onde a cidade apresenta-se como espaço de aprendizado e a cultura se põe a serviço do desenvolvimento social e local.

Os territórios culturais, por sua vez, englobam as relações humanas com o local, seus ocupantes, sua cultura e seus espaços, onde circulam a fruição e a vida cultural. É no território que é possível experimentar e experenciar o Patrimônio Cultural.  É neles que são construídos o conhecimento, as identidades, os saberes e os fazeres, a formação do olhar e o despertar para uma ótica afetiva sobre a cidade, os locais de socialização e o território em si.

Portanto, entendemos que os territórios educativos e culturais suscitam afetos, revelam as representações sociais, evidenciam as construções simbólicas, à medida que as pessoas se apropriam dos territórios, na busca pela qualidade de vida e pela preservação e salvaguarda dos bens culturais legados das sociedades.

Como participar
As propostas de atividades podem ser apresentadas por pessoa física ou jurídica de qualquer parte do Brasil e deverão ser inscritas na plataforma Mapa Cultural (www.mapacultural.pe.gov.br/projeto/231) até o dia 14 de junho de 2019.

Os custos para produção e realização das propostas aprovadas ficarão sob a responsabilidade dos proponentes que devem se adequar à disponibilidade dos equipamentos culturais oferecidos neste chamamento. À comissão organizadora da 12ª Semana do Patrimônio cabe dar suporte ao processo de produção das atividades junto aos proponentes.

Da seleção
As propostas serão avaliadas por técnicos da Gerência Geral de Preservação do Patrimônio Cultural e dos equipamentos culturais integrantes deste chamamento. Destacamos que as atividades devem estar alinhadas com temas pertinentes ao patrimônio cultural e sua preservação.

Do resultado: As ações selecionadas serão divulgadas no Mapa Cultural de Pernambuco, até o dia 01 de julho de 2019.

Mais informações pelo telefone: (81) 3184.3062.

< voltar para home