Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Dia Nacional do Patrimônio Histórico é festejado em Pernambuco

A cerimônia, que acontece nesta sexta-feira (16), às 9h, será marcada pela diplomação dos seis novos Patrimônios Vivos do Estado, além da entrega do 4º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho

Jan Ribeiro/Secult-PE/Fundarpe

Jan Ribeiro/Secult-PE/Fundarpe

O Teatro Santa Isabel será palco da cerimônia em comemoração ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico

O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secult-PE/Fundarpe, promove uma grande cerimônia no Teatro de Santa Isabel, nesta sexta-feira (16), para comemorar o Dia Nacional do Patrimônio Histórico, celebrado oficialmente no próximo sábado (17). A partir das 9h, serão diplomados os seis Patrimônios Vivos do Estado e haverá também entrega do 4º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural.

Além disso, o evento contará com apresentações da Tribo Indígena Carijós do Recife, Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira, Mestre Nado e Mestre Calixto. As atividades integram a programação da 12ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovida pela Secult-PE/Fundarpe, e são abertas ao público.

DIPLOMAÇÃO
Eleitos pelo Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (CPPC), no último dia 10 de julho, os seis novos Patrimônios Vivos de Pernambuco serão diplomados nesta sexta-feira (16), no Teatro de Santa Isabel. Neste ano, foram agraciados: Mestre Saúba (Brinquedos populares e mamulengos, de Jaboatão dos Guararapes); Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira (Nazaré da Mata); Mestre Aprígio (artesão do couro, de Ouricuri); Mestre Nado (artesão de instrumentos musicais feitos de barro, de Olinda); Mestre Assis Calixto (mestre de coco, de Arcoverde); e Tribo Indígena Carijós do Recife (Caboclinho, do Recife).

Este foi o 14º Concurso do Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco – RPV-PE, uma realização do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). O objetivo do prêmio é reconhecer, estimular e proteger iniciativas que contribuem para o desenvolvimento sociocultural e profissional dos mestres e das mestras e grupos de notório saber, “almejando a transmissão de seus conhecimentos e de suas técnicas para alunos ou aprendizes, através de programas de ensino e aprendizagem apoiados ou executados diretamente pela Secult-PE e Fundarpe”.

Os vencedores passam a receber bolsa vitalícia de R$ 1.600 (um mil e seiscentos reais), no caso de pessoa física, e R$ 3.200 (três mil e duzentos reais) no caso de grupos, pessoas jurídicas.

PREMIAÇÃO
O Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco é um reconhecimento e também um incentivo à participação social na preservação dos bens e expressões culturais do Estado, sejam eles materiais ou imateriais.

Na sexta-feira (16), receberão o prêmio os seguintes projetos: na categoria Formação, Clube Carnavalesco Mixto Seu Malaquias (1º lugar) e Cinema no Interior (2º lugar); na categoria Acervo Documental e Memória, Real Hospital Português (1º lugar) e Fundação Cultural Cabra de Lampião (2º lugar); e na categoria Promoção e Difusão, Canal Babau: Salvaguarda do Mamulengo Pernambucano (1º lugar) e Contos de Ifá (2º lugar). Cada um dos vencedores receberá um incentivo no valor de R$ 20 mil (primeiros lugares) e R$ 10 mil (segundos lugares).

Nessa quarta edição ano do prêmio, foram inscritos 34 projetos, dos quais 21 da Região Metropolitana, 3 do Agreste e 9 do Sertão. Por essa razão, além dos vencedores, a comissão, que avaliou os candidatos à premiação, decidiu por menções honrosas, que serão entregues às seguintes iniciativas: Educação para Museus (Formação), Reorganização do Acervo Documental da Arquidiocese de Olinda e Recife (Acervo Documental e Memória) e XIII Kipupa Malunguinho (Promoção e Difusão).

Confira aqui a programação completa da 12ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco.

Serviço
Dia Nacional do Patrimônio Histórico, com diplomação dos Patrimônios Vivos e entrega do 4º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho
Quando: 16 de agosto (sexta-feira), às 9h
Onde: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, s/n – Recife/PE)
Aberto ao público

< voltar para home