Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Fundarpe promove oficina de educação patrimonial com professores da RMR

Os multiplicadores vão refletir sobre conceitos de identidade, memória, história e cultura com o Jogo do Patrimônio 2.0

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Oficina Jogo do Patrimônio 2.0 será ofertada para professores da rede pública

A Gerência de Preservação Cultural da Fundarpe promove nesta quinta-feira (25), uma atividade com educadores da rede pública estadual que atuam na Região Metropolitana do Recife. É a oficina Jogo do Patrimônio 2.0, que tem o objetivo de apresentar aos professores a metodologia lúdica construída pela equipe de educação patrimonial. A ideia é que os professores desenvolvam versões do jogo para as escolas onde lecionam, promovendo reflexões sobre identidade, memória, história, tempo, cultura, diversidade e outros temas relacionados à preservação do patrimônio cultural. Também identificar bens materiais e imateriais do município/comunidade onde será realizada a formação, visando sensibilizar os professores a adotarem e potencializarem ferramentas de Educação Patrimonial na sua prática.

Desde 2013, o Jogo do Patrimônio 2.0 tem sido realizado com estudantes de diversas escolas pernambucanas, bem como em algumas comunidades rurais e povos tradicionais, dentre os quais indígenas e quilombolas. A partir das experiências no ano de 2016, decidiu-se fazer formações especificamente voltadas para o público docente. Isso porque os professores são multiplicadores e agentes de suma importância na preservação do patrimônio cultural, além de conhecerem sua comunidade e terem maiores possibilidades de realizar um trabalho que corresponda à realidade local. O Jogo do Patrimônio procura sensibilizar professores e estudantes para a valorização do patrimônio cultural, com atividade lúdica, que desperta a criatividade, a colaboratividade, a autonomia e a criticidade dos sujeitos como a melhor forma de educar o patrimônio, independente de sua idade ou grau de formação.

Segundo Amanda Paraíso, da Gerência de Preservação Cultural da Fundarpe, “A oficina oferece uma ferramenta de educação patrimonial aos professores da rede pública, para que possam aplicá-la em sala de aula e refletir com os seus alunos sobre o reconhecimento e a preservação dos bens culturais de sua comunidade ”. ressaltou.

A oficina é fruto de uma parceria com a Secretaria de Educação de Pernambuco. Outros encontros irão acontecer ao longo do ano, sempre com a proposta de sensibilizar a comunidade escolar , destacando seu papel de coparticipante da preservação do patrimônio cultural. 

Serviço:
Oficina Jogo do Patrimônio 2.0 com educadores
Data: Quinta-feira, 25/05
Horário: Das 13h30 às 17h
Local: Gerência Regional de Educação Metro Norte – Várzea

 

< voltar para home