Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Mestre Chocho faz festa para celebrar seus 96 anos de vida

Patrimônio Vivo de Pernambuco, mestre comemora aniversário com chorinho entre amigos neste domingo (16), a partir das 13h, em Jaboatão dos Guararapes

 

Jan Ribeiro/Secult-PE

Jan Ribeiro/Secult-PE

Mestre Chocho é considerado o chorão mais idoso em atividade no Brasil

O mestre Chocho, Patrimônio Vivo de Pernambuco e mestre do choro pernambucano, completa 96 anos de vida neste próximo domingo (16). Para comemorar a data, os familiares convidam o público e amigos a homenageá-lo numa festa, regada a bastante chorinho, que será realizada no endereço Rua Zelindo Marafante, 84, em Jaboatão dos Guararapes, a partir das 13h. A festa é gratuita e já conta com a presença confirmada de vários músicos e artistas como Henrique Annes, Betto do Bandolim, Walmir Chagas, Marco César e Rubem França.

Otaviano do Monte, conhecido como Chocho do Bandolim, ou, de forma mais honrosa, como Mestre Chocho, nasceu no dia 12 de fevereiro de 1924, no Cabo de Santo Agostinho. É hoje considerado o chorão mais idoso em atividade no Brasil.

São mais de 70 anos dedicados à música e ao choro, ao prazer de fazer as pessoas se sentirem bem através da arte, razão pela qual, em 2017, ao lado de outros cinco nomes da cultura popular, recebeu do Governo de Pernambuco o título de Patrimônio Vivo.

A história de Chocho é um clássico da boemia que passou a reinar no Recife em meados da década de 40, com a explosão das rádios e programas de música pela capital pernambucana. Também traz muita amizade, família e referências ao bairro por onde morou e mora há décadas, o bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. Confira aqui uma reportagem sobre o Mestre Chocho.

Serviço:
Aniversário do Mestre Chocho
Domingo (16), a partir das 13h
Rua Zelindo Marafante, 84, Jaboatão dos Guararapes
Gratuito

< voltar para home