Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Museu de Arte Sacra sedia etapa presencial do curso de restauro do CECI

Objetivo do curso é capacitar os profissionais para as mudanças de paradigmas nas ações de preservação do patrimônio cultural construído

Fundarpe

Fundarpe

Museu de Arte Sacra de Pernambuco é um dos equipamentos culturais geridos pela FUNDARPE

O Museu de Arte Sacra de Pernambuco (MASPE), edificação localizada no Alto da Sé onde funcionou por vários anos o antigo Palácio dos Bispos de Olinda, está sediando um importante encontro voltado para a preservação do patrimônio. Até o final do mês de novembro será realizada no local as aulas presenciais da 15ª edição do Curso de Gestão de Restauro, oferecido pelo Centro de Estudos Avançados da Conservação Integrada (CECI).

As aulas vão se estender até o dia 20 de novembro e estão sendo realizadas no canteiro didático do MASPE através de uma parceria entre a FUNDARPE, instituição gestora do MASPE, e a e UFPE (CAC/DAU). De acordo com o arquiteto Jorge E. L. Tinoco, professor do Curso de Gestão de Restauro, “o objetivo do curso é capacitar os profissionais para as mudanças de paradigmas nas ações de preservação do patrimônio cultural construído”.

Segundo o professor, o Museu de Arte Sacra de Pernambuco agrega várias virtudes e tem sido bastante elogiado pelos estudantes do curso. “Além do MASPE ser um espaço de conhecimento, por se tratar de um museu, temos aqui um ambiente altamente acolhedor. Desde o restauro do Palácio dos Bispos de Olinda que ficou por aqui um barraco de obras, um espaço propício para a execução das nossas aulas. Então conseguimos unir um grande endereço, que é o Alto do Sé, com esse espaço de conhecimento e um ambiente favorável para a execucação do curso”, explica.

Divulgação

Divulgação

Instrutor de cantaria, Hamilton Martins, auxiliado pelo mestre cantéo Josenildo Sinfrônio, explicando as técnicas de cantemaneto de superfícies planas.

O Módulo Presencial do Curso de Gestão de Restauro, que acontece em Olinda, corresponde a terceira etapa do curso. Participam dos encontros alunos e alunas dos cursos de arquitetura e engenharia, vindos de vários estados, desde o Acre até o Rio Grande do Sul, num total de 32 participantes. Todos estão sendo submetidos em tempo integral às práticas dos ofícios das técnicas tradicionais na conservação do patrimônio cultural construído”, comenta Jorge E. L. Tinoco.

Divulgação

Divulgação

Participam dos encontros alunos e alunas dos cursos de arquitetura e engenharia, vindos de vários estados, desde o Acre até o Rio Grande do Sul, num total de 32 participantes.

Para Frei Rinaldo, gestor do Museu de Arte Sacra de Pernambuco, a edição deste curso é de grande importância para conservação e restauro das edificações de valor cultural. “Já foram iniciadas dezenas de obras pelo Brasil, através do PAC-Cidades Históricas, então este é o momento adequado para se estudar a permanência dos valores de significância cultural das edificações, como o belo prédio onde fica instalado o MASPE”, revela o gestor.

Divulgação

Divulgação

Exame das intervenções realizadas no cruzeiro da Sé de Olinda. Em edições passadas foram observadas as situações antes e durante.

Dentre os procedimentos, os alunos tiveram explicações sobre técnicas de cantemaneto de superfícies planas, aprenderam a executar uma superfície plana numa pedra calcária para elaboração de ornato e visualizaram os procedimentos e resultados físico-químicos dos testes de limpezas progressivas em rochas carbonáticas, entre outras atividades.

Sobre o curso

O Curso de Gestão de Restauro do CECI é voltado para o ensino da manutenção, conservação e restauro do patrimônio construído. É o resultado da experiência de quinze edições desenvolvidas pelo CECI, juntamente com o Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. O curso é realizado por meio da tecnologia de EAD (Ensino à Distância), através de aulas virtuais, assim como de aulas presenciais em módulos específicos, de visitas técnicas e viagem de estudos.

Sobre o MASPE

Inaugurado no dia 11 de abril de 1977, o Museu de Arte Sacra de Pernambuco está instalado numa das primeiras edificações da Vila de Olinda, a antiga Casa da Câmara, fundada por Duarte Coelho em 1537. O antigo Palácio dos Bispos de Olinda, pertencente à Arquidiocese de Olinda e Recife, foi transformado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) em espaço para exposição e estudo da arte sacra ou de inspiração religiosa. O acervo fixo do MASPE reúne objetos de culto como santos populares e de procissão, relicários, custódias e pinturas religiosas.

Serviço
Curso de Gestão de Restauro, do CECI
Museu de Arte Sacra de Pernambuco (Rua Bispo Coutinho, 726, Alto da Sé – Olinda)
Visitação: Terça a domingo, 10h às 17h
Entrada: R$ 5 (inteira), R$ 2,50 (meia) | Gratuita às terças
Mais informações: (81) 3184.3154

< voltar para home