Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Outras Palavras integra ações de cultura e educação no FIG

O projeto, idealizado pela Fundarpe/Secult-PE, destinou 288 livros a 16 escolas de Garanhuns

Diminuir as distâncias e estimular cada vez mais as ações culturais nos espaços escolares. Foi com esse objetivo que o projeto Outras Palavras desembarcou no Festival de Inverno de Garanhuns nesta semana e, durante três dias, trouxe à Câmara de Vereadores do município vários escritores e ícones da cultura popular pernambucana, entre eles, os autores Helder Herik e Mário Domingues, e os Patrimônios Vivos de Pernambuco: Lia de Itamaracá, Mestre Galo Preto e o Caboclinhos Sete Flexas.

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Lia de Itamaracá comandou ciranda com alunos e professores

“O Outras Palavras é uma oportunidade da juventude ter acesso à produção cultural pernambucana, por isso, que fazemos questão de trazer aos nossos encontros autores e artistas de nosso Estado, seja para mostrar suas obras literárias, seja para apresentar a arte de nossos Patrimônios Vivos, que sempre estão presentes em nossas andanças”, disse a vice-presidente da Fundarpe, Antonieta Trindade. Idealizadora do projeto, Trindade lembrou que a iniciativa atende uma demanda do plano de governo da nossa atual gestão estadual, e busca integrar cada vez mais ações de educação e a cultura. “Reunir 300 alunos e professores aqui [na Câmara de Vereadores de Garanhuns], nesses três dias de encontros, só reafirma o nosso compromisso de transformar o ambiente escolar num espaço de confluência de todas as artes”, disse.

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Antonieta Trindade, vice presidente da Fundarpe, coordena o projeto de articulação entre cultura e educação

Além disso, a iniciativa destinou 288 livros  a 16 escolas de Garanhuns e da região (cada unidade escolar recebeu um kit com 18 obras). ”O nosso projeto tem uma forte ligação com o fazer literário. A nossa intenção, ao fazê-lo circular pelo Estado, é fazer com o que os projetos de leituras das escolas se fortaleçam dentro da nossa identidade, já que priorizamos a presença de artistas pernambucanos, e também permitir que os alunos possam não só conhecer os autores de nossa terra, como também interagir e trocar uma ideia com eles”, disse a chefe de gabinete da Secult-PE, Socorro Lacerda, que mediou, no segundo dia, o encontro entre os escritores garanhuenses Helder Herik (Prêmio Pernambuco de Literatura 2015) e Mário Domingues (Prêmio Sesc de Literatura 2015).

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Os escritores Helder Herik e Mário Rodrigues também conversaram com o público, ao lado da chefe de gabinete da Secult-PE, Socorro Lacerda

“Essa é a primeira vez que participo do Outras Palavras. Estou bastante honrado com a possibilidade de mostrar meu trabalho aos alunos da rede pública de Garanhuns e, mais do que isso, com a oportunidade de criar entre os jovens leitores da cidade um canal onde minha obra vai circular mais facilmente”, disse Helder Herik.

Para Paulo Sete Flexas, presidente do Caboclinhos Sete Flexas, “o projeto garante a presença da cultura popular nas escolas e possibilta que os alunos conheçam um pouco do trabalho desenvolvido pelos mestres pernambucanos”.

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Também patrimônio vivo de Pernambuco, o Caboclinho 7 Flexas do Recife enriqueceu a programação

SOBRE O PROJETO
Outras Palavras é uma ação continuada e estratégica da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e da Secretaria Estadual de Cultura. Em 2015, ano de seu lançamento, o projeto atingiu estudantes e professores de 120 Escolas Técnicas e de Referência da Região Metropolitana do Recife, com a entrega de 1.440 livros para as bibliotecas desses centros educacionais.

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

O mestre Galo Preto animou o auditório, contando sua trajetória e cantando seu coco

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Estudantes da rede pública narraram experiências integradas

Confira a lista dos livros distribuídos entre as 16 escolas de Garanhuns:

1- O LIVRO DE CORINTHA (FERNANDO MACHADO)
2- RECIFE, NO HAY (DELMO MONTEIRO)
3- DISCURSOS E ANATOMIAS (JOSEILSON FERREIRA)
4- O METAL QUE SOMOS FEITOS (WALTER MOREIRA SANTOS)
5- OLHO MORTO AMARELO (BRUNO LIBERAL)
6- DOIS NÓS NA GRAVATA (RÔMULO CÉSAR MELO)
7- RINOCERONTE DROMEDÁRIO (HELDER HERICK)
8- ASSOCIAÇÃO ROBERT WALSER PARA SÓSIAS ANÔNIMOS (TADEU SARMENTO)
9- ASCENSÃO E QUEDA (WANDER SHIRUKAYA)
10- ÊXODO (CARLOS GOMES)
11- CANINOS AMARELADOS (MARIO FILIPE CAVALCANTI)
12- MANUSCRITOS EM GRAFITE (REJANE PASCOAL)
13- WATSU (JOSÉ JUVA)
14- NÓS, OS BICHOS (LUIZ COUTINHO DIAS FILHOS)
15- PATRIMÔNIOS VIVOS DE PERNAMBUCO (MARIA ALICE AMORIM)
16- CADERNOS DE NARRATIVA DA CULTURA PERNAMBUCANA – SÉRIE FESTIVAL PERNAMBUCO NAÇÃO CULTURAL (FUNDARPE/SECULT-PE)
17- CADERNOS DE NARRATIVA DA CULTURA PERNAMBUCANA – SÉRIE CARNAVAL (FUNDARPE/SECULT-PE)
18- BRAZIL (MÁRIO RODRIGUES)

< voltar para home