Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Sai lista dos habilitados no IX Concurso de Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco

Cinquenta e quatro nomes seguem para avaliação da Comissão de Análise e do Conselho Estadual de Cultura

Foto: Pri Buhr

Foto: Pri Buhr

Lia de Itamaracá é um dos Patrimônios Vivos do estado

A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) divulgou a lista dos candidatos habilitados a concorrer ao Registro de Patrimônio Vivo do Estado, que teve seu prazo de inscrição encerrado no último dia 23 de outubro. Para a habilitação, foi avaliada se a documentação entregue pelos candidatos estava completa e de acordo com o edital.

No total, foram registradas 62 inscrições e, dessas, 54 foram consideradas válidas. Entre os habilitados, encontram-se Ademir Souza Araújo, o Maestro Formiga; o cirandeiro João Francisco de Almeida, conhecido como João da Guabiraba; e o artesão Amaro Arnaldo do Nascimento, o Lula Vassoureiro; além de vários outros representantes da tradição pernambucana. Já entre os grupos culturais, o Bloco Carnavalesco e Cultural Caiporas de Pesqueira, o Cavalo Marinho Estrela de Ouro, o Maracatu Nação Estrela Brilhante do Recife e o Reisado Imperial estão entre os que seguem no concurso.

Agora, acontecerá uma avaliação pela Comissão de Análise, com posterior envio de todos os habilitados – incluindo os três selecionados por essa Comissão – para o Conselho Estadual de Cultura. “O Conselho irá eleger os novos três Patrimônios Vivos de Pernambuco que podem ser em acordo com os escolhidos pela Comissão ou não. O resultado deve sair entre dezembro e janeiro”, explica Janine Primo, coordenadora de Patrimônio Imaterial da Fundarpe.

Todos os anos, o Governo do Estado, por meio da Fundarpe, concede o título vitalício de Patrimônio Vivo a três personalidades – físicas ou jurídicas – que contribuem significativamente para a cultura popular. Atualmente, Pernambuco conta com 29 patrimônios vivos. Mestre Salustiano, Ana das Carrancas e Canhoto da Paraíba – que também foram contemplados – faleceram em 2008 e Arlindo dos 8 Baixos – contemplado em 2012, faleceu no mês passado. Esses passam a ser considerados Patrimônios Vivos in memorian, em respeito às suas importâncias.

Confira a lista completa dos habilitados AQUI.

 

< voltar para home