Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Salvaguarda do Cavalo Marinho será discutida durante seminário em Condado (PE)

Evento é aberto ao público e objetiva valorizar e fortalecer a manifestação cultural no estado

Magda Silva/Divulgação

Magda Silva/Divulgação

O Cavalo Marinho Estrela de Ouro, Patrimônio Vivo de Pernambuco, também faz parte da programação

Discutir coletivamente as possibilidades de fomento e salvaguarda do Cavalo Marinho, um bem cultural patrimonializado, potencializando sua difusão, valorização e alcance nas políticas públicas de cultura. Esta é a motivação para realização do I Seminário de Políticas Culturais e Salvaguarda do Cavalo Marinho, que acontece neste sábado (9), no município de Condado.

O evento foi idealizado e organizado pelos conselhos estaduais de Política Cultural, de Preservação do Patrimônio Cultural, juntamente com a Associação de Cavalos Marinhos de Pernambuco. A Secult-PE e a Fundarpe estão incentivando a iniciativa, que conta também com o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Pernambuco (Iphan-PE), em sua organização.

O I Seminário do Cavalo Marinho irá reunir gestores públicos estaduais, das prefeituras municipais da Mata Norte e Região Metropolitana do Recife, do Iphan, além dos brincantes e produtores culturais da manifestação. Um dos objetivos do evento é a consolidação do Plano de Salvaguarda do Cavalo Marinho, cuja construção vem se dando desde 2017, a partir de reuniões com grupos representantes e a Associação de Cavalo Marinho.

Os participantes irão debater sobre as metas estipuladas para o fortalecimento da manifestação, a médio e longo prazo. Entre elas, a difusão dos saberes, memórias, tradições e práticas culturais, transmitidos e salvaguardados pelos grupos de Cavalos Marinhos. Também pretendem elencar políticas culturais que contribuam significativamente nos processos de Salvaguarda dos Cavalos Marinhos. Outra meta importante é fomentar o debate acerca do fortalecimento dos laços comunitários entre os grupos de Cavalos Marinhos e o relacionamento com o poder público nos municípios onde residem e atuam.

A participação no I Seminário de Políticas Culturais e Salvaguarda do Cavalo Marinho é gratuita e as inscrições podem ser feitas no local, que é a Escola Estadual Júlio Correia de Oliveira, no centro de Condado.

SOBRE O BEM CULTURAL – O Cavalo Marinho é uma brincadeira popular, que envolve performances dramáticas, musicais e coreográficas. É um Patrimônio Imaterial do Brasil, inscrito no Livro de Registro das Formas de Expressão, pelo Iphan, em dezembro de 2014. A manifestação cultural é realizada durante todo o ano e seus brincadores são, em geral, trabalhadores da zona rural, concentrados principalmente na Zona da Mata do Norte de Pernambuco e no sul da Paraíba. Contudo, sua prática não ficou restrita a essas áreas e ecoa também na Região Metropolitana de Recife e de João Pessoa, além de vários outros locais do País.

Serviço:

I Seminário de Políticas Culturais e Salvaguarda do Cavalo Marinho (PE)

Data: Sábado (9 de novembro de 2019), de 9h às 18h

Local: Escola Estadual Júlio Correia de Oliveira – Rua José Gaião, 232, Centro, Condado (PE)

< voltar para home