Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Seminário aborda o processo de reconhecimento do patrimônio imaterial

Evento acontece nesta quarta-feira (27), às 15h, na Caixa Cultural (Recife Antigo)

A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) realizam, nesta quarta-feira (27/05), o seminário “O Processo de Reconhecimento do Patrimônio Imaterial de Pernambuco: inventários do Maracatu Nação, Maracatu de Baque Solto e Cavalo-Marinho”. O evento acontece na Caixa Cultural, no Bairro do Recife, a partir das 15h, com a participação de gestores públicos,pesquisadores e mestres da cultura popular.  O objetivo é difundir os resultados das pesquisas realizadas com esses três bens culturais em Pernambuco e ressaltar a importância da titulação pelo Iphan. O seminário é aberto a participação de qualquer pessoa interessada, não é necessário fazer inscrição prévia. A ocupação da sala será por ordem de chegada.

No seminário,  serão apresentadas as políticas de identificação, registro e salvaguarda de bens culturais imateriais, destacando a produção dos Inventários Nacional de Referências Culturais (INRC) do Maracatu Nação, Maracatu de Baque Solto e Cavalo-Marinho feito pela Fundarpe, e ainda a titulação desses bens como Patrimônios Culturais Imateriais Brasileiros em dezembro de 2014. No último domingo (24/05), foi realizada a cerimônia de entrega do certificado de titulação aos representes das manifestações culturais. Leia mais AQUI.

O evento terá a presença e apresentações da professora doutora Beatriz Brusantin (Unicap), coordenadora do inventário do Cavalo Marinho; professora doutora Isabel Guillen (UFPE), coordenadora do inventário do Maracatu Nação; da doutora Maria Alice Amorim, coordenadora do inventário do Maracatu de Baque Solto; dos técnicos da Fundarpe e da Superintendência do Iphan em Pernambuco, Marcelo Renan Souza e Giorge Bessoni; de Fábio de Souza Sotero e Manoel Salustiano, representantes da Associação dos Maracatus Nação de Pernambuco (AMANPE) e da Associação dos Maracatus de Baque Solto de Pernambuco (AMBS-PE) e do Mestre Grimário do Cavalo Marinho Boi Pintado, entre outros.

O seminário se integra à programação da exposição “Patrimônio Imaterial Brasileiro: a celebração viva da cultura dos povos”,  que trouxe para o Recife o panorama dos bens culturais imateriais do Brasil, reconhecidos por meio do Registro do Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro (Decreto federal 3.551/2000), promovido pelo Iphan. Ainda este ano, pretende-se realizar  novas edições do seminário em municípios da Mata Norte de Pernambuco e demais regiões de desenvolvimento do Estado de Pernambuco.

Serviço:
Seminário “O Processo de Reconhecimento do Patrimônio Imaterial de Pernambuco: inventários do Maracatu Nação, Maracatu de Baque Solto e Cavalo-Marinho”
Dia: 27 de maio, 15h
Local: Caixa Cultural Recife – Avenida Alfredo Lisboa, 505 – Praça do Marco Zero – Bairro do Recife
Informações: (81) 3184-3061|3184-3068 | patrimonioimaterial@gmail.com

Programação:

Política de identificação e registro dos bens culturais do estado de Pernambuco – Marcelo Renan Souza (Gerência de Preservação Cultural/ Fundarpe)

O Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) – metodologia e aplicação – Giorge Bessoni (Antropólogo – Iphan-PE)

Inventários do Maracatu Nação, Maracatu de Baque Solto e Cavalo-Marinho
Prof. Drª. Beatriz Brusantin (UNICAP) – Coordenadora do INRC do Cavalo Marinho
Prof. Drª Isabel Guillen (UFPE) – Coordenadora do INRC do Maracatu Nação
Drª Maria Alice Amorim – Coordenadora do INRC do Maracatu de Baque Solto

Maracatu Nação, Maracatu de Baque Solto e Cavalo-Marinho patrimônio cultural imaterial
Fábio de Souza Sotero – Associação dos Maracatus Nação de Pernambuco (AMANPE)
Manoel Salustiano – Associação dos Maracatus de Baque Solto de Pernambuco (AMBS-PE)
Mestre Grimário – Cavalo Marinho Boi Pintado

< voltar para home