Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Povos Tradicionais e Populações Rurais

Dia Nacional do Cigano será celebrado em Olinda e Recife

Atividades visam fortalecer o fomento das tradições ciganas em Pernambuco, detentor de aproximadamente 20 mil representantes em várias comunidades espalhadas no Estado.

Divulgação

Divulgação

Representantes da ACIPE – Associação dos Ciganos de Pernambuco, durante reunião para o 1º Encontro Regional de Povos Ciganos do Nordeste.

Conhecidos não só por hábitos desencadeados em suas antigas gerações, como a mudança constante de endereços, em moradias improvisadas como lonas e tendas, além de interpretações em cartas, os Povos Ciganos comemoram no dia 23 de maio, data alusiva à manutenção desta cultura em todo o território brasileiro. Neste sábado (23), a Associação dos Ciganos de Pernambuco (ACIPE) realiza a primeira festa organizada pelos seus associados, contando com mostra de comidas típicas, leituras de cartas, além de danças da tradição, shows musicais e tendas com artesanatos confeccionados pela própria comunidade. O evento acontece a partir das 14h, na Rua 27 de Janeiro, 181, bairro do Carmo, em Olinda.

“Essa festividade tem como importância mostrar um pouco do que representa nossa cultura para o público leigo que tenha interesse em conhecer. O evento é aberto ao público e estará celebrando com representantes dos 20 mil ciganos espalhados no Estado, o que temos de valioso em nossas tradições”, explicou Enildo Soares, presidente da ACIPE.

Já no domingo (24), a partir das 10h, a Igreja Ortodoxa da Europa no Recife estará celebrando uma missa em homenagem a Santa Sarah de Kaly, padroeira do Povo Cigano, que possui no calendário o dia 24 de maio para a sua devoção. De acordo com o Pe. Roberto de Andrade, idealizador do evento aberto a todas as religiões, a realização visa manifestar a luta em prol da aceitação das culturas ciganas na sociedade. “Há dois anos enfrento essa missão junto a membros de comunidades ciganas do Recife, que possuem vários projetos dedicados a preservação de suas tradições”, explicou o padre. A missa acontece na Paróquia Ortodoxa Santíssima Mãe de Deus e Santo Expedito, localizada na Rua Expedicionário Alcebiades da Cunha, nº 37/A, UR 7, bairro da Várzea.

< voltar para home