Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Povos Tradicionais e Populações Rurais

II Noite do Turbante comemora os 30 anos do Bloco Afro Lamento Negro

O evento acontecerá a partir das 19h deste sábado (28) na Associação Boi Menino em Peixinhos, com apresentações culturais, desfile e homenagens

Divulgação

Por Clara Albuquerque

Neste sábado (28), a partir das 19h, ocorrerá a II Noite do Turbante: 30 anos de Lamento Negro. O bloco afro de Peixinhos (Olinda) reúne, pela segunda vez, os parceiros que fizeram parte de sua história para celebrar seu trigésimo aniversário. Na ocasião, haverá apresentações de artistas locais, desfile de turbantes e homenagens a personalidades que fizeram parte de toda a trajetória do Lamento Negro. O evento acontecerá na Associação Boi Menino, que fica na Avenida Nacional, 390, no bairro de Peixinhos em Olinda.

A II Noite do Turbante conta com uma feira artesanal com os afroempreendedores parceiros do bloco. Com o objetivo de enfatizar o empoderamento feminino, algumas personalidades parceiras receberão homenagens. É o caso da gerente de Formação e Capacitação da Secretaria de Cultura de Pernambuco, Tarciana Portella. “A Tarciana se fez muito parceira do Lamento Negro. Sempre que precisamos, a Fundarpe nos apóia e isso é muito valioso para nós. Tarciana conhece a história do bloco e o reconhecimento dela é muito importante”, diz a produtora cultural do Lamento Negro, Conceição Fayola.

Entre as atrações do evento estão o DJ Pretocone, maestro Israel de França, Afoxé Ará Odé, grupo afro Awà Dê Onilê Maré, Balé Afro Fayola, Coco dos Pretos e a escola de samba Galeria do Ritmo. “Para mim, é uma satisfação participar deste momento da história do Lamento Negro. É um trabalho que merece todo reconhecimento e admiração, onde nasceram vários e grandes artistas do estado”, diz Tarciana Portella.

Lamento Negro – Fundado em 1987, o bloco afro que deu origem à formação de várias bandas e grupos culturais de renome em Pernambuco, a exemplo do Maracatu Nação Pernambuco, Via Sat e Etnia. Foi lá que Chico Science encontrou os parceiros que trilharam, com ele, os primeiros passos da banda Nação Zumbi.

Do Lamento Negro derivam outros projetos, como a Noite do Turbante e o Centro de Cultura e Arte Lamento Negro (Ceculme). “A gente faz questão de permanecer em Peixinhos, porque lá se encontra o significado da comunidade, além de ser um estímulo à cultura local”, explica a coordenadora do Ceculme e produtora cultural do Lamento Negro, Conceição Fayola.

Serviço
II Noite do Turbante – 30 Anos de Lamento Negro
Atrações: DJ Pretocone, Maestro Israel de França, Afoxé Ará Odé, Coco dos Pretos, Awà Dê Onilê Maré, Balé Afro Fayola e a Escola de Samba Galeria do Ritmo
Quando: Sábado, 28 de janeiro a partir das 19h
Local: Associação Boi Menino – Avenida Nacional, 390 – Olinda – PE
Página do evento no Facebook

< voltar para home