Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Secretaria de Cultura

Governo de Pernambuco apoia a seleção regional da Escola Nacional de Circo

Encontro voltado para os candidatos a nível Nordeste aconteceu nesta terça-feira (8), na Escola Pernambucana de Circo

Jan Ribeiro/Secult-PE

Jan Ribeiro/Secult-PE

O Curso Técnico em Arte Circense da ENC é o primeiro no gênero a ser reconhecido pelo Ministério da Educação no Brasil

Com apoio do Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, foi realizado nesta segunda-feira (8) o processo seletivo, a nível Nordeste, do Curso Técnico em Arte Circense da Escola Nacional de Circo (ENC) – Turma 2019/2021. O encontro aconteceu na Escola Pernambucana de Circo (EPC), no Recife, e contou com a presença de dezenas de candidatos a participar do curso.

Quem fez o monitoramento do processo seletivo no Recife foram os circenses Antonio Esquerra e Ernesto Garcia (acrobacias, faixa e trapézio), que também são professores da ENC. “Já o apoio da Secult-PE/Fundarpe se deu através da coordenadoria de Circo, que contribuiu diretamente na articulação da seleção regional, em parceria com a EPC e a Comissão Setorial de Circo, ligada ao Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco (CEPC/PE)”, explica o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto.

O edital do Processo Seletivo para Ingresso no Curso Técnico em Arte Circense da Escola Nacional de Circo – Turma 2019/2021 é uma inciativa desenvolvida pela Fundação Nacional de Artes em cooperação técnica com o Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).

Costa Neto

Costa Neto

Ao todo, 97 candidatos foram selecionados para a Avaliação Presencial, que terá acontecido em quatro locais de prova até a próxima quinta-feira (11)

As aulas do curso serão realizadas na sede da ENC, no Rio de Janeiro (RJ). Serão selecionados 60 novos alunos no concurso. Cada um receberá bolsa no valor total de R$ 57,5 mil reais (R$ 2,5 mil mensais), durante o período de 22 meses consecutivos das aulas.

Primeiro no gênero a ser reconhecido pelo Ministério da Educação no Brasil, o Curso Técnico em Arte Circense – cuja primeira turma iniciou-se em 2015 –, é ministrado pela Escola Nacional de Circo, numa parceria da Funarte com o Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).

O processo seletivo é divido em quatro etapas: Habilitação, Avaliação Preliminar, Avaliação Presencial, Análise da Documentação Complementar. Ao todo, 97 candidatos foram selecionados para a Avaliação Presencial, que terá acontecido em quatro locais de prova até a próxima quinta-feira (11). Além do Recife, Campinas, Florianópolis e Rio de Janeiro recebem a seletiva.

Jan Ribeiro/Secult-PE

Jan Ribeiro/Secult-PE

Apoio da Secult-PE/Fundarpe se deu através da coordenadoria de Circo, que contribuiu diretamente na articulação da seleção regional, em parceria com a EPC

Comissão Setorial do Circo - Também nesta segunda-feira (8), Gilberto Freyre Neto recebeu pela primeira vez representantes da Comissão Setoria de Circo com a presença de Tereza França, presidenta do Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco, e de Silvana Meireles, secretária Executiva de Cultura. A reunião serviu para promover um estreitamento entre a comissão e a gestão, além de discutir algumas pautas como o lançamento da “Cartilha Receba o Circo de Braços Abertos”, ajustes para o lançamento do Prêmio de Palhaço Cascudo, elaboração do Plano Setorial de Circo a longo prazo e ações para o Festival de Inverno de Garanhuns.

< voltar para home