Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Secretaria de Cultura

Morre Abelardo da Hora – Escultor da Cultura Pernambucana

Secretaria de Cultura de Pernambuco e Fundarpe lançam Nota de Pesar

A Secretaria de Cultura e a Fundarpe lamentam profundamente a morte de Abelardo da Hora. Não há palavras que resumam a grandeza deste pernambucano de São Lourenço da Mata que dedicou sua vida à missão de aproximar a arte do nosso cotidiano, de pautar a cultura como elemento de reflexão política e de transformação social.

Fundador da Sociedade de Arte Moderna do Recife e um dos mentores do Movimento de Cultura Popular, Abelardo viveu 90 anos compartilhando seu talento único nas áreas da escultura, da cerâmica e do desenho com todos os pernambucanos, inclusive contribuindo para a formação de outros grandes artistas do nosso tempo, como Francisco Brennand, Gilvan Samico e Aloisio Magalhães.

A cultura pernambucana, que de forma genial Abelardo sempre exaltou em suas esculturas, está de luto. Mas seguirá firme, inspirada pela vida e pela obra do mestre que deixa um exemplo de como o fazer artístico pode estar a serviço da construção de uma sociedade mais justa; sonho do qual nem as mais de 70 prisões políticas foram capazes de fazê-lo declinar.

Que suas obras, especialmente aquelas que enchem de beleza a paisagem urbana do Recife, como o Monumento ao Frevo (Rua da Aurora) ou o Monumento aos Retirantes (Parque Dona Lindu), nos façam sempre lembrar, agradecidos, de sua inesquecível contribuição à formação cultural da nossa gente.

Com pesar,

Marcelo Canuto
Secretário de Cultura de Pernambuco

Severino Pessoa
Presidente da Fundarpe

Secretário Estadual de Cultura Marcelo Canuto e Secretaria de Cultura do Recife Leda Alves prestigiaram recente homenagem ao artista

< voltar para home