Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Secretaria de Cultura

Nota de pesar – Dom Irineu Marinho

A Secult-PE e a Fundarpe lamentam profundamente o óbito de Dom Irineu Marinho, que faleceu nesta terça-feira (21). Ex-diretor do Museu de Arte Sacra de Pernambuco (Maspe) por mais de duas décadas, o monge beneditino foi ex-secretário do arcebispo Dom Hélder Câmara e era, segundo a gestora do Museu do Barro de Caruaru (Mubac), Amélia Campello, “um homem cuja sabedoria era ilimitada”.

“Meu mestre, meu amigo, membro da Arquidiocese de Recife e Olinda. Sempre olhou para os mais necessitados. Seu falecimento representa uma perda irreparável para Pernambuco. Descanse em paz, meu querido e inesquecível Dom Irineu”, colocou a gestora do Mubac.

“Era uma figura admirável. Tendo comandado o Maspe por mais de 20 anos, ele foi um defensor incansável das artes em nosso Estado”, disse o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto.

“Discípulo de Dom Hélder Câmara, Dom Irineu sabia como ninguém que arte e fé caminham lado a lado na expressão da devoção do povo nordestino. Que o seu legado permaneça vivo entre nós”, colocou o secretário estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto.

Aos amigos, familiares e fiéis que sempre acompanharam o religioso, ficam registradas aqui nossas condolências.

< voltar para home