Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Secretaria de Cultura

NOTA DE PESAR – Geraldo Correia

A Secult-PE e a Fundarpe lamentam profundamente o falecimento de um dos grandes mestres da sanfona de oito baixos da cultura nordestina, o paraibano Geraldo Correia, que faleceu nesta segunda-feira (14), aos 94 anos.

Natural de Galante, distrito de Campina Grande (PB), Geraldo era um prodígio. Influenciado pelo seu pai Severino, tocava sanfona desde os 12 anos. Exímio tocador de oito baixos, Correia, como ficou nacionalmente conhecido, foi contemporâneo de Jackson do Pandeiro e Dominguinhos, e era um dos músicos que mais se destacavam na execução e composição de choros em todo o país. Segundo Dominguinhos, Geraldo era o maior tocador de choro na sanfona de 8 baixos e o som de sua sanfona lembrava um clarinete muito bem afinado.

Da Paraíba, Geraldo ganhou os palcos e rádios do Rio de Janeiro e São Paulo. O seu repertório de valsas, choros, forrós e arrasta-pés foram lançados pela gravadora Cantagalo liderada pelo visionário Pedro Sertanejo. Pelo selo Cantagalo, gravou 14 discos e acompanhou diversos astros da música nordestina.

À família, amigos e admiradores do sanfoneiro, ficam registrados aqui nosso pesar e nossa profunda admiração pela sua vasta obra.

< voltar para home