Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Secretaria de Cultura

Reta final para participar das eleições do novo Conselho de Preservação

Inscrições seguem até o dia 31 de agosto. Também está em curso, até 14 de setembro, inscrições para o Conselho Estadual de Política Cultural.

Interessados em compor o colégio eleitoral que vai eleger representantes da sociedade civil para o Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural têm até o dia 31 de agosto para realizar sua inscrição. O edital e o formulário podem ser obtidos AQUI e o envio pode ser feito pelo e-mail conselhodepreservacao@gmail.com.

O mesmo procedimento pode ser adotado para inscrição no Conselho Estadual de Política Cultural, cujas inscrições seguem até 14 de setembro. Neste caso, o formulário, após preenchido, pode ser encaminhado para o e-mail conselhodepolitica@gmail.com. Para votar e ser votado, o candidato precisa realizar sua inscrição nesta etapa.

“Esse momento foi muito esperado. É uma conquista da mobilização social dos fazedores de cultura de Pernambuco. O Governo fez a sua parte e continuará a fazer, agora estamos devolvendo para a sociedade a responsabilidade pelos Conselhos, e a convidando a se engajar nesse processo”, ressalta Marcelino Granja, secretário de Cultura do estado.

Ambos os conselhos terão composição paritária. Sendo assim, o Conselho de Preservação do Patrimônio, que contará com quatorze assentos, destinará sete deles à pessoas da sociedade civil que comprovem ligação nas seguintes áreas: Arquitetura, Urbanismo, Geografia e Engenharia; Arqueologia, História e Museologia; Antropologia, Sociologia e Turismo; Movimentos sociais de urbanismo e de meio ambiente; Centros de Documentação e Memória: Arquivos, Bibliotecas, Espaços de Memória e Museus; Comunidades tradicionais e /ou religiosas, costumes, saberes e formas de expressão; e Expressões culturais de Pernambuco registradas como Patrimônio Cultural Imaterial. As reuniões deste Conselho serão remuneradas, mas os detalhes quanto a periodicidade das reuniões e valores serão discutidos pelos conselheiros já eleitos, em regimento próprio.

O processo de eleição para o Conselho Estadual de Política Cultural também está em curso. Este conselho é maior e será composto por quarenta membros. Caberá a sociedade civil, portanto, a ocupação de vagas nas seguintes áreas: Arquitetura e Urbanismo; Artes Visuais e Fotografia Artesanato; Audiovisual; Circo; Dança; Design e Moda; Gastronomia; Literatura; Música; Teatro e Ópera; Cultura popular de matriz ibérica; Cultura popular de matriz africana; Cultura popular de matriz indígena; Produtores culturais; Pontos de cultura; Movimentos sociais, comunitários e de direitos urbanos, de mídia livre, de juventude e estudantil; Zona da Mata; Agreste; e Sertão.

ELEIÇÕES - O processo eletivo de que tratam os Editais ocorrerá a partir da formação de colégio eleitoral, em três etapas. Na primeira, haverá a inscrição e habilitação para participação no fórum específico de cada segmento. No segundo momento, será realizado um fórum específico por segmento ou área, para eleição de 05 (cinco) delegados em cada um. Por fim, a realização da Plenária Final, para eleição dos representantes do Conselho. No caso do Conselho de Preservação do Patrimônio, como são sete vagas para a sociedade civil, haverá sete fóruns específicos, cinco candidatos eleitos em cada um deles, e uma plenária final formada por 35 candidatos; em relação ao Conselho de Políticas Culturais, que tem 20 assentos para a sociedade civil, serão vinte fóruns e uma plenária final composta por 100 candidatos.

Os processos eleitorais de cada Conselho serão coordenados e acompanhados por Comissão Eleitoral específica, cujos nomes e contatos constam ao final de cada edital. Os prazos de cada etapa, até a escolha final dos conselheiros, também estão previstas nos editais.

< voltar para home