Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Serviço Cultural

Curso leva práticas teatrais, de som e de movimento para quatro cidades do estado

Resultado da oficina realizada em Camaragibe será apresentado no próximo dia 6 de outubro. Inscrições para a edição em Arcoverde seguem abertas

Liz Souza/Divulgação

Liz Souza/Divulgação

Quem quiser participar da edição em Arcoverde pode preencher o formulário até o dia 5 de novembro e enviar suas informações

Profissionais das artes cênicas do município de Camaragibe apresentam no próximo dia 6 de outubro o experimento resultado do curso Práticas de interpretação teatral e suas relações com o som e o movimento, iniciativa que está foi pensada para a população de outras três cidades pernambucanas: Surubim (Agreste), Goiana (Região Metropolitana) e Arcoverde (Sertão).

Quem quiser participar da edição em Arcoverde pode preencher o formulário até o dia 5 de novembro e enviar suas informações. O curso é voltado para atores, atrizes, bailarinos, bailarinas, músicos, musicistas, estudantes de teatro, técnicos da área teatral e artistas e técnicos com mobilidade reduzida a partir dos 18 anos de idade.

Cada cidade receberá, ao todo, 60 (sessenta) horas de carga horária. A seleção será feita em duas etapas, utilizando-se de dois critérios, ordem de inscrição e análise da carta de intenção. Informações ou dúvidas devem ser enviadas para o e-mail praticasdeinterpretacaoteatral@gmail.com. As inscrições para a edição em Goiana já estão encerradas e no último domingo (23), os participantes em Surubim concluíram a oficina com a apresentação do seu experimento final.

Liz Souza/Divulgação

Liz Souza/Divulgação

O curso é voltado para atores, atrizes, bailarinos, bailarinas, músicos, musicistas, estudantes de teatro, técnicos da área teatral e artistas e técnicos com mobilidade reduzida a partir dos 18 anos de idade

Todo o projeto conta com material didático e técnico, sendo oferecido para os participantes, como forma de consulta durante e pós-aprendizagem. A iniciativa, que conta com apoio do Sesc Pernambuco, disponibilizará também às instituições educacionais e culturais de formação, e aos grupos de teatro de Pernambuco, um material organizado contendo Apostilas, CDs e DVDs provenientes do curso realizado.

A ideia do curso surgiu após o diálogo entre os dois profissionais em teatro, um com experiência na área de dramaturgia, encenação e interpretação (Luciano Santiago, teatrólogo), e o outro com domínio para a técnica vocal (Elthon Fernandes, Doutor e professor da UFPB). “Assim surgiu a proposta de somar os conhecimentos e colocá-los em prol de auxiliar a formação e capacitação de atores e atrizes e técnicos da linguagem teatral de algumas cidades pernambucanas”, revela Luciano Santiago, que também é produtor da iniciativa.

Liz Souza/Divulgação

Liz Souza/Divulgação

A ideia do curso surgiu após o diálogo entre os dois profissionais em teatro, um com experiência na área de dramaturgia, encenação e interpretação (Luciano Santiago, teatrólogo), e o outro com domínio para a técnica vocal (Elthon Fernandes, Doutor e professor da UFPB)

O curso Práticas de interpretação teatral e suas relações com o som e o movimento segue sua metologia a partir de módulos de interpretação da técnica de Biomecânica corpórea; à construção de roteiros dramatúrgicos; aos diversos elementos que compõem a arquitetura de encenação e ao trabalho de preparação, projeção em variados espaços e no cuidado vocal.

Os dois módulos vão levar os participantes a produzirem experimentos que servirão como trabalhos de conclusão de curso. “Lembrando que, o intuito não será de oferecer simplesmente um produto final, mas sim, a organização de ideias e práticas pesquisadas, provocado no terceiro módulo com a utilização do material coletado durante o projeto”, reforça Luciano Santiago.

Liz Souza/Divulgação

Liz Souza/Divulgação

Segundo o professor Luciano Santiago, serão oferecidos 10% das vagas disponíveis para pessoas com mobilidade reduzida

Segundo o professor, serão oferecidos 10% das vagas disponíveis para pessoas com mobilidade reduzida, tendo em vista que “esse processo de interação sensorial interessa e se relaciona com o trabalho minimalista empregado na relação corporal processual da Biomecânica Corpórea e no detalhamento de interpretação de cada indivíduo, inclusive exercitando o trabalho coletivista com primor, descobertas e atenção”.

Serviço:
Apresentação do experimento “Vi Makunaíma em Camaragibe!”
6 de outubro | 16h
Praça Antônio Luiz de Souza (Avenida Doutor Pierre Collier, Vila da Fábrica, Camaragibe – Em frente ao Teatro Bianor Mendonça Monteiro)

GOIANA
Período das aulas: 21 de setembro a 27 de outubro de 2018
Quartas-feiras, quintas-feiras, sextas-feiras, sábados e aos domingos

ARCOVERDE
Inscrições: Preencher formulário de inscrição até o dia 05 de novembro
Período: 16 de novembro a 8 de dezembro de 2018
Quintas-feiras, sextas-feiras e aos sábados | 18h às 22h

< voltar para home