Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Tv Cultura.PE

Filme ‘Maracatu Nação’

O filme ‘Maracatu Nação’, produzido com base nas pesquisas do Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) dos Maracatus Nação de Pernambuco entre 2011 e 2013, apresenta referências históricas do surgimento dessa manifestação cultural no Estado, e ainda apresenta registros contemporâneos da forma de organização dos grupos de Maracatus Nação na Região Metropolitana do Recife.

Com base em depoimentos de pesquisadores, mestres e mestras de nações de maracatu participantes da pesquisa, o documentário explora os principais registros documentais referentes às origens dessa expressão cultural desde as coroações dos Reis do Congo no século XVIII e XIX, até a participação dos maracatus nas novas configurações do carnaval do Recife, a exemplo da Noite dos Tambores Religiosos, que acontece no Pátio do Terço, sempre na segunda-feira de carnaval.

Outro ponto relevante é a evidenciação das dificuldades e desafios para manutenção das tradições, que os Maracatus Nação de Pernambuco enfrentam mesmo nos seus bairros de origem, no enfrentamento à intolerância e preconceito religiosos.

O documentário conta com a participação de Ivaldo Marciano (pesquisador), Itaiguara (fundador do Maracatu Nação Raízes de Pai Adão), Clovis Cosme (presidente do Maracatu Nação Encanto da Alegria), Elizabete Sabrina (rainha do Maracatu Nação Encanto do Dendê), Vilma Moura (diretora da ONG Daruê Malungo), Adriano Carlos (mestre da Nação Cambinda Estrela), Marivalda Maria dos Santos (rainha da Nação Estrela Brilhante), Antônio Roberto (mestre da Nação de Luanda), Júnior Afro (produtor cultural), Anna Beatriz (pesquisadora), Chacon Viana (mestre da Nação Porto Rico), Fábio Sotero (diretor da Nação Aurora Africana), entre vários personagens atuantes na manutenção da tradição, também conhecida no Estado como Maracatu de Baque Virado.

A pesquisa do Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) dos Maracatus Nação de Pernambuco faz parte do programa de identificação, reconhecimento e salvaguarda da diversidade cultural de Pernambuco, mantido pela Secult e Fundarpe, iniciado em 2011, e que já inventariou mais cinco bens culturais: Maracatu de Baque Solto, Cavalo Marinho, Caboclinhos, Ciranda e Reisado. Ente os desdobramentos, os respectivos INRC compuseram os pedidos, ao Iphan, da candidatura desses bens culturais para o título de Patrimônio Imaterial Cultural Brasileiro.

O Maracatu Nação, assim como o Maracatu de Baque Solto e Cavalo Marinho foram reconhecidos com o título em dezembro de 2014. As candidaturas dos demais bens culturais ao referido título segue em análise pelo Iphan.

O documentário ‘Maracatu Nação’,foi produzido com incentivo do Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, foi realizado pelo Centro Técnico de Assessoria e Planejamento Comunitário (Cetap) e a Primeiro Plano Produções Audiovisuais.

< voltar para home