Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter
Cultura.PE

Festival fortalece a cultura dos quilombolas do Sertão Central

Apresentação da mazurca do Quilombo Santana

Apresentação da mazurca do Quilombo Santana

A partir de inventários realizados junto às comunidades, a Coordenadoria de Povos Tradicionais e Populações Rurais constatou que algumas manifestações tradicionais estavam se perdendo em Pernambuco. Na comunidade quilombola de Santana, há uma mazurca bem tradicional e singular, porém o grupo se queixa da falta de interesse das pessoas em manter viva a manifestação. Já na comunidade rural de São Domingos, há uma quadrilha que vem se achando antiquada em relação às demais da mesma localidade. Em Poço Cercado, os pífanos são tradicionais por acompanhar as procissões, mas, da mesma forma, a tradição vem se perdendo.

É com o intuito de fortalecer as expressões tradicionais de cada uma dessas comunidades que serão realizadas oficinas no FPNC do Sertão Central pela coordenadoria. Em São Domingos, uma pessoa da própria localidade trabalhará para dar uma inovada nos passos da quadrilha; em Santana e em Poço Cercado, os grupos de mazurca e de pífanos, respectivamente, ministrarão as oficinas de estímulo e propagação das expressões culturais.

Além das oficinas, a Coordenação de Povos Tradicionais e Populações Rurais promoverá rodas de diálogo, todas com o intuito de fortalecer as expressões culturais locais e promover encontros entre as variadas comunidades, para que aquelas com mais experiência na preservação de sua identidade cultural possam trocar com as demais, caso da comunidade de Conceição das Crioulas, em Salgueiro.

Os grupos culturais das comunidades também se apresentarão neste sábado (1/6), no quilombo do Feijão, em Mirandiba. São eles: a Quadrilha de Massapê, a Banda de Pífano Alvorada Santa Rita, o grupo familiar de dança de Poço Cercado, o São Gonçalo do Araçá, do Trancelim e a Banda de Pífano de Conceição das Crioulas, o Grupo de Dança Zumbi de Mirandiba, a Mazurca de Santana, a Banda Forró Mania, com Felipe dos Teclados, e o grupo de dança (hip hop) da comunidade do Feijão.

Confira a Programação de Povos Tradicionais e Populações Rurais neste FPNC:

Comunidade do Feijão

Jogo de Patrimônio na Comunidade do Feijão
Data: 30/5
Horário: manhã ou tarde
Facilitador: Mário Gouveia
Local: Comunidade do Feijão – Mirandiba
Carga horária: 4h
Público: A partir 12 anos
Vagas: 30

Roda de Diálogo: “Políticas de artesanato para povos tradicionais e populações rurais”
Data: 31/5
Horário: 15h às 17h
Facilitadoras: Maria do Livramento e Breno Nascimento
Local: Comunidade Quilombola do Feijão
Carga horária: 2h
Público: Pessoas da comunidade do Feijão
Vagas: ilimitado

Roda de Diálogo: “Expressões culturais na construção das identidades”
Data: 1/6
Horário: 14h às 17h
Facilitadores: Coordenadoria de Povos Tradicionais
Local: Comunidade Quilombola do Feijão
Carga horária: 2h
Público: pessoas da comunidade do Feijão
Vagas: ilimitado

Encontro da Cultura dos Povos Tradicionais e Populações Rurais do Sertão
Data: 1/6
Horário: a partir das 14h
Apresentações: Quadrilha de Massapê, Banda de Pífano Alvorada Santa Rita, grupo familiar de dança de Poço Cercado, São Gonçalo do Araçá, Trancelim e Banda de Pífano de Conceição das Crioulas, Grupo de Dança Zumbi de Mirandiba, Mazurca de Santana, Banda Forró Mania, com Felipe dos Teclados, e grupo de dança (hip hop) da comunidade do Feijão.

Comunidade Quilombola de Santana

Oficina: Mazurca
Data: 30/5 e dia 2/6
Horário: 14h às 18h
Facilitadora: Senilda Fernanda
Local: Comunidade Quilombola de Santana
Carga horária: 20h
Público: pessoas da comunidade
Vagas: 30

São Domingos (comunidade rural)

Cenário e coreografia para Quadrilhas
Data: 27 a 31/5 e dia 2/6
Horário: 14h às 18h
Facilitador: Emanuel
Local: São Domingos (comunidade rural)
Carga horária: 20h
Público: pessoas da comunidade
Vagas: 30 pessoas

Poço Cercado (comunidade rural)

Pífano e Identidade Rural
Data: 27 a 31/6
Horário: 14h às 18h
Facilitador: Raimundo Quirino
Local: Poço Cercado (comunidade rural)
Carga horária: 20h
Público: pessoas da comunidade
Vagas: 30 pessoas

< voltar para home