Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

Pontos de cultura

Os pontos de cultura são uma importante iniciativa cultural da sociedade civil que vem a estimular atividades concentradas em suas comunidades, com inclusão social e cidadania. No audiovisual, esses pontos  de cultura são importantes disseminadores de cultura.

Confira quais e onde eles estão:

REGIÃO METROPOLITANA

Cinema de Animação
Município: Itamaracá
O projeto Cinema de Animação é pioneiro em Pernambuco, como estúdio de animação que realiza dezenas de mostras e oficinas por todo o país, em especial nas regiões Norte e Nordeste, através do Cine Anima (itinerante). Vem atuando com oficinas, difusão e produção na técnica do cinema animado, com foco na linguagem audiovisual como instrumento de preservação da identidade cultural dessas regiões. Atualmente o Cine Anima funciona em circuito com temas históricos e de educação patrimonial em várias cidades. Dessa forma o Ponto de Cultura se firma como núcleo permanente de animação em Itamaracá, através da realização do Festival Cinema de Animação e do Museu da Animação. Área que vivencia um momento de enorme potencial de mercado e renda através do grande volume de produções para o cinema, televisão, publicidade e informática.

MATA NORTE

Seu Zé
Município: Glória do Goitá
A entidade foi fundada em 2007, no município de Glória de Goitá, por jovens multiplicadores comprometidos com a temática da comunicação enquanto ferramenta de inclusão social e instrumento para democratização da cultura. O Ponto de Cultura atua na formação de jovens, vistos como Agentes de Desenvolvimento da Comunicação (ADC), capacitando-os para atuarem na área da comunicação e do audiovisual, através de oficinas de produção de vídeos culturais e programas para rádios comunitárias. Para tanto, os jovens realizam pesquisas e mapeamento da cultura local, identificando lendas, mestres e histórias que são transformadas em linguagem audiovisual e de radiodifusão. Essas produções são exibidas posteriormente em espaços públicos e festivais. As ações são desenvolvidas em dois municípios na região da Mata Norte (Glória do Goitá e Lagoa do Itaenga), em Pombos, na Mata Sul e em Feira Nova, situada no Agreste Setentrional.

MATA SUL

Cumbuca
Município: Chã Grande
Cooperativa de trabalho existente desde 1998, no município de Chã Grande, atua no campo da mobilização social. Tem como proposta a formação de jovens comunicadores para produção de vídeos culturais, através de formação em audiovisual com oficinas de roteiro, câmera, edição e exibição. Pretende, ao final do projeto, formar uma equipe de produção audiovisual de referência, com um olhar diferenciado para a cultura e movimentos culturais da região, utilizando as tecnologias da informação e comunicação a favor do desenvolvimento e reconhecimento da cultura pernambucana, garantindo dessa forma, a sustentabilidade e continuidade das ações.

AGRESTE MERIDIONAL

Núcleo de Criação e Formação Audiovisual Tigre
Município: Garanhuns
O projeto surgiu a partir da necessidade em se preservar a memória das comunidades quilombolas da região do município de Garanhuns, no Agreste Meridional, através de registros em arquivos audiovisuais e sonoros. Para o desenvolvimento dessa ação, trabalha com a implantação de um núcleo de formação e criação audiovisual para a promoção de oficinas de capacitação, grupos de criação e registro das tradições orais do lugar. A partir dessas atividades o Ponto de Cultura promove a integração entre as comunidades quilombolas, fomenta a criatividade e gera novas oportunidades de trabalho e geração de renda aos jovens da região.

SERTÃO DO SÃO FRANCISCO

Cine Raiz – Inclusão Audiovisual
Município: Petrolina
Com o Ponto de Cultura Cine Raiz, a Associação Cultural Artística e Social Raízes amplia as ações que já desenvolve: exibições gratuitas de filmes nacionais em parceria com a Programadora Brasil e oficinas de produção de curtas-metragens. O projeto também estimula a comunidade a desenvolver registros em vídeos da sua cultura e do seu modo de ver o mundo. Essas ações interligadas resultam em produtos audiovisuais exibidos na própria comunidade e durante o Festival Raiz e Remix – A Festa da Cultura Popular e suas Releituras. O evento prioriza a cultura pernambucana, na Tenda Cinematográfica, onde já são exibidos filmes oriundos de ações sociais e culturais que enfocam as raízes sertanejas.