Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Design e Moda

Cássio Bonfim lança nova coleção em evento multicultural na Aurora

Desfile será marcado por várias intervenções artísticas

Estilista mostrará neste sábado (15) as novas criações de sua grife ACRE (Foto: Divulgação)

Estilista mostrará neste sábado (15) as novas criações da ACRE (Foto: Divulgação)

Idealizador da grife ACRE, Cássio Bonfim vai aproveitar o feriado da Proclamação da República, neste sábado (15), para apresentar ao público sua mais nova coleção de roupas Com o que nos restará. Para a ocasião, o estilista vai promover um evento multicultural ao longo da tarde, na Rua da Aurora, próximo ao Monumento Tortura Nunca Mais, na altura do cruzamento com a Av. Mário Melo.

Na programação, Cássio vai abrigar desde desfiles a recitais de poesias, shows, além da exibição de filme. “É uma comunhão de artes. Vai ter discotecagem, apresentação do Maracatu Várzea do Capibaribe, show dos Devotos [que pra mim é uma das bandas de maior relevância em nosso Estado, mesmo que não seja uma das mais hypes. Gosto do discurso, da presença e da poesia do Cannibal], lançamento do livro de poesias Meu Corpo é um Esconderijo, de Mariana de Matos, com declamações de Miró, Jomard Muniz de Brito e convidados, distribuição gratuita da revista de arte contemporânea Recibo, e quem for ainda poderá conferir o documentário Explosão Brega, de Hanna Godoy. Espero que todo mundo apareça lá. Vai ser maravilhoso receber os amigos e todas as pessoas interessadas na minha produção”, disse Bonfim.

Coleção
Fortemente influenciado pelo conceito sustentável que tem preocupado/inspirado vários estilistas mundo afora, o designer prioriza tecidos naturais como algodão, seda e linha, e tem como mote visual imagens gráficas que simulam estilhaços, e ao mesmo tempo calçadas de pedra portuguesa e armaduras articuladas da mesma padronagem. ”Com que nos restará faz referência à história de uma mulher de 80 anos [embora tenha looks masculinos, a coleção é prioritariamente feminina]. E é essa mulher que daqui a 80 anos estará potencializando esse mote da sustentabilidade e indo até aos estilhaços para reconstruir a beleza vestível. Para traduzir esse conceito na passarela, desenvolvemos [eu e a Bia Rodrigues, que é uma artista que trabalho com muita frequência] uma arte gráfica que simula estilhaços. E, isso, será possível ver tanto nas estampas quantos nas lâminas de acrílico que bordamos nas peças. Vale dizer que, dessa mesma padronagem, criei uma renda renascença, em parceria com o pessoal lá de Poção, que é aplicado às roupas de linho.”, sintetizou.

Em relação às influências, Cássio afirma que não se prende tanto a conceitos vintages/retrôs tão presentes na moda atualmente. “Eu não tenho mais interesse de falar nesses cânones do passado, porque, no final das contas, não nos traz nenhuma novidade. A gente tá vendo que, com o esgotamento desses formatos e estruturas, teremos que procurar novos caminhos. Daí que, ao invés de bossa nova versão anos 80 ou banda cover do  Beastie Boys, eu prefiro falar do Recife daqui a um tempo, sabe? Prefiro falar/estar perto de artistas ou processos artísticos que ainda não foram pensados ou que tenham intenção de ser novidades”, revelou. A coleção Com o que nos restará está prevista para ser apresentada às 20h45.

Programação
16h – Maracatu Várzea do Capibaribe (ensaio + cortejo)
17h – Distribuiçao gratuita de ediçoes da Revista de Arte Contemporânea RECIBO, de Roberto Traplev
17h30 – Show DEVOTOS (parte 1)
18h15 – Lançamento do livro de poesias “Meu Corpo é um Esconderijo”, de Mariana de Matos, com declamaçoes de Miró, Jomard Muniz de Brito e convidados
18h45 – Show DEVOTOS (parte 2)
19h30 – Exibiçao do filme “Explosão Brega”, de Hanna Godoy
20h45 – Desfile da coleção “Com o que nos restará” – Verão ACRE 2015, por Cássio Bomfim

Serviço
Dia do Acre
Data: Sábado (15/11)
Local: Rua da Aurora – Próximo ao Monumento Tortura Nunca Mais – Recife
Aberto ao público

< voltar para home