Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Museu do Trem publica série de vídeos sobre histórias de mulheres e ferrovias

Cinco vídeos da série já estão no ar e é possível assistir no Instagram às produções que destacam nomes femininos que fazem parte do universo ferroviário nacional

Está no ar os cinco vídeos da série Mulheres da Ferrovia, ação em homenagem ao mês da mulher criada pelo Museu do Trem, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe. Agora, é possível assistir a todas as produções que destacam nomes femininos que fazem parte do universo ferroviário nacional, entre técnicas e defensoras da memória do transporte sobre trilhos no Brasil. O conteúdo está disponível no instagram.com/museudotremrec e no facebook.com/museudotrempe.

“A série foi a forma que achamos para, mesmo fechado à visitação presencial diante das medidas de prevenção à COVID-19, continuarmos cumprindo nossa função social de trazer conteúdo de qualidade e reflexões sobre questões de grande importância como a igualdade de gênero. Contando com o depoimento de personalidades femininas que trabalham na ferrovia ou na preservação do patrimônio ferroviário em vários lugares do Brasil, buscamos mostrar que a ferrovia, como qualquer outra área, é também lugar de mulher e é necessário que haja respeito e um reconhecimento por isso”, defendeu André Cardoso, do educativo do Museu do Trem.

O primeiro vídeo destaca Alice Bemvenuti, que atua como diretora do Museu do Trem de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul (@museudotremsl), e integra o Comitê Brasileiro para Conservação do Patrimônio Industrial (TICCIH -Brasil). Ela conta um pouco de sua experiência profissional e acadêmica e fala sobre a importância do trabalho exercido pelas mulheres frente a equipamentos culturais ferroviários.

No segundo vídeo, Cyntia Nascimento, presidente da ONG Movimento Nacional Amigos do Trem (@amigosdotrem), com sede em Minas Gerais e regionais em Pernambuco, Espirito Santo e Sergipe, fala sobre sua atuação à frente da organização. Além disso, revela como teve seus primeiros contatos com a estrada de ferro e ressalta a importância de mulheres ocuparem mais espaços na ferrovia.

Telma Barbosa, técnica de gestão da CBTU Recife (@cbturecife) e integrante da diretoria do Sindicato dos Ferroviários do Nordeste, é o destaque do terceiro vídeo. De família ferroviária, ela conta sua trajetória profissional e discorre sobre como as mulheres vem ocupando espaços no setor metroviário e ferroviário.

O quarto vídeo trouxe quem costuma simbolizar o perfil, quando se fala em trabalhadores de ferrovias: a maquinista. Vanessa Brites, que também integra a ONG Amigos do Trem, conta um pouco de sua relação com a ferrovia, que começa ainda na infância. A paixão que ela desenvolveu pelos trilhos a motivou por uma busca por formação profissional. No caso dela, maquinista de locomotivas a diesel.

No quinto vídeo, Rayane Silveira Fraga apresenta sua atuação como coordenadora de excelência operacional da Rumo Logística (@rumologistica), uma das maiores empresas de transporte ferroviário de cargas do Brasil. Ela também é fundadora do movimento Ferrovia por Elas (@ferroviaporelas), integra o Mulheres Conectadas (@mulheres_conectadas_). Assim, na apresentação, ela também destaca o papel das ferrovias no desenvolvimento do país e a importância de que mais mulheres passem a trabalhar no setor ferroviário.

< voltar para home