Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

‘O Açougueiro’ entra em cartaz no Teatro Arraial Ariano Suassuna

Monólogo protagonizado pelo ator pernambucano Alexandre Guimarães é um dos espetáculos contemplados na Convocatória de Ocupação de Pautas 2015.2 do equipamento cultural

Lucas Emanuel/Divulgação

Lucas Emanuel/Divulgação

‘O Açougueiro’

Do desejo de explorar novas linguagens, até então não experimentadas no palco, o ator Alexandre Guimarães, em conversa com o diretor d’O Poste Soluções Luminosas, Samuel Santos, propôs ao grupo uma imersão de três meses para estudar, na sede da companhia, os conceitos e treinamentos voltados para o teatro antropológico e físico. O que seria apenas um estágio com os integrantes d’O Poste, transformou-se no desejo de uma demonstração de trabalho.

Assim, surgiu o desafio de mostrar ao público ‘O Açougueiro’, monólogo concebido a partir de um conto de Samuel Santos. “Estava cada vez mais encantado pelo teatro físico e suas possibilidades de interpretação fincadas no ofício do ator. O trabalho de corpo, a disciplina e o estudo. Esse encantamento me levou a procurar pelo O Poste, grupo que sempre admirei pelos trabalhos viscerais e pelo primoroso cuidado na direção dos atores envolvidos”, diz Alexandre. O espetáculo ficará em cartaz no Teatro Arraial Ariano Suassuna a partir desta sexta-feira (30), com sessão que se repete também no sábado (31), às 20h. A temporada no equipamento cultural se estende até o dia 14 de novembro.

A montagem narra a saga amorosa entre o açougueiro Antônio e a jovem Nicinha. No palco, o ator se desdobra em sete personagens para narrar, entre aboios e toadas, uma história de paixão e intolerância que pode se passar na aridez do Sertão Pernambucano ou em qualquer lugar onde a dor e o preconceito são o prato principal das relações.

“O Açougueiro é uma peça sobre o amor e a intolerância. Antônio, personagem da trama, é o Romeu de Shakespeare; o Cyrano de Bergerac; o Dom Quixote de Cervantes. E os moinhos? A intolerância de uma sociedade cada vez mais fundamentalista e preconceituosa”, diz Samuel Santos sobre o enredo do espetáculo.

Sobre o ator

Alexandre Guimarães foi integrante por quatros anos da Cênicas Cia. de Repertório e fez vários cursos e oficinas de teatro e vídeo, em Recife e no Rio de Janeiro. Atuou em algumas peças como Diabólica – Dir. Antônio Rodrigues (2014); Auto do Salão do Automóvel – Dir. Kleber Lourenço (2012); Senhora dos Afogados – Dir. Érico José (2010 e 2011); Pinóquio e Suas Desventuras – Cênicas Cia. de Repertório (2009). Participou dos curtas-metragem Um dia de veraneio – Dir. Henrique Paiva – Produtora Página 21 – PE (2011) e Diário de um ator – Dir. Cadu Pereiva – Produtora Mocho – SP (2011). Alexandre Guimarães é, há três anos, o garoto propaganda do Home Center Ferreira Costa. E O Açougueiro é o seu primeiro monólogo.

Serviço
O Açougueiro
Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457 – Boa Vista, Recife)
Temporada: Sextas e sábados, de 30/10 a 14/11
Horário: 20h
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada)
Classificação: 16 anos
Ficha Técnica
Direção/Texto/Luz: Samuel Santos | Ator: Alexandre Guimarães | Maquiagem: Vinicius Vieira | Figurino/Preparação Corporal: Agrinez Melo | Preparação Vocal: Nazaré Sodré | Fotos: Lucas Emanuel | Ilustração: Curinga Comuniquê | Produção: Alexandre Guimarães‘

< voltar para home