Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Lei Aldir Blanc

Cinerua Podcast volta em março com a história do Cinema São Luiz, do Recife

Programação inclui mais três salas de projeção de rua de Pernambuco: Cine Teatro Bianor (Camaragibe), Cine Teatro Santo Amaro (Taquaritinga do Norte) e o Theatro Cinema Guarany (Triunfo)

Jan Ribeiro/CulturaPE

O CineRua Podcast entra no mês de março contando a história de um dos maiores cinemas de rua do país e um dos mais queridos dos recifenses: o Cinema São Luiz, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe. A programação do mês, que encerra o projeto, segue resgatando memórias e curiosidades sobre outras três salas de projeção pernambucanas: o Cine Teatro Bianor, situado em Camaragibe, o Cine Teatro Santo Amaro, em Taquaritinga do Norte e o Theatro Cinema Guarany, também gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe e localizado em Triunfo.

Para os amantes do cinema e interessados em cultura de uma maneira geral, conhecer a história dos cines de rua é, também, conhecer fatos importantes da história das cidades, que muitas vezes se entrelaçam a estes espaços, e acompanhar as mudanças dos hábitos e costumes da população.

Curiosidades, como o fato de que o São Luiz foi instalado onde antes funcionava um templo religioso, subvertendo a ordem do que foi visto nos últimos anos, são trazidos nos podcasts, assim como detalhes da arquitetura do mesmo cinema, com seus vitrais icônicos ao lado da tela. Ou a imponência do Theatro Cinema Guarany, uma construção que se destaca no conjunto arquitetônico da cidade e não escapa aos olhos dos moradores e visitantes.

Em cada edição, o podcast resgata a relação do cinema com os habitantes da cidade, sua importância para a cultura local, as características arquitetônicas, sempre uma atração à parte, e traz entrevistas com representantes da cultura local, promovendo a discussão sobre a importância da preservação e da manutenção desses espaços.

Com esses quatro cinemas, o CineRua Podcast completa a lista de dez salas de projeção que tiveram suas memórias resgatadas e segue disponível aos ouvintes, gratuitamente, nas principais plataformas de streaming.

Sobre o Coletivo CineRuaPe

Fundado em novembro de 2015, durante a programação do VIII Janela Internacional de Cinema, o Movimento CineRuaPE, hoje coletivo CineRuaPe, tem o intuito de reunir esforços, promover atividades e discutir estratégias de continuidade, sustentabilidade e a conscientização da importância de preservação dos cinemas de rua restantes em Pernambuco, a fim de propor a criação de um circuito independente de salas de projeção de rua.

O movimento discute estratégias relacionadas ao registro, preservação e à busca de informações sobre linhas de financiamento para atualização tecnológica das poucas salas de rua que restam no estado, tendo em vista a radical mudança nos padrões de produção e exibição audiovisual ocorridos mundialmente nos últimos anos. Atualmente, o Coletivo CineRuaPE é formado por 10 mulheres, entre pesquisadoras, arquitetas, produtoras, curadoras, cineclubistas, jornalistas e publicitária.

< voltar para home