Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

MÚSICA

DJ 440: “Ska Maria Pastora não deixa ninguém parado”

Marcelo Soares/Secult-PE

Juniani Marzani. Este é o nome de batismo de um dos DJs mais requisitados em Pernambuco e convidado da semana do Eu Indico. DJ 440 é figurinha carimbada nas festas mais decoladas de Recife e Olinda – e outras paragens -, além de ser o “comandante” de uma das mais prestigiadas na capital pernambucana, atualmente: a Terça do Vinil.

Como todo bom DJ, acostumou-se a garimpar os mais diversos tipos de sons. Ao Cultura.PE e aos internautas ele indica o disco “As Margens do Rio Doce” (2012), da banda Ska Maria Pastora, cujo trabalho faz um simbiose azeitadíssima entre o frevo pernambucano e o ritmo de origem jamaicana.

Beto Figueiroa/Secult-PE

Formado em 2008, o Ska Maria Pastora é um projeto de música instrumental que, na minha opinião, conseguiu dar uma linguagem bacana e nova ao tão intocável frevo. 

Misturando ritmos jamaicanos, como o ska e o reggae, fundidos com maestria ao frevo, a turma do Ska Maria Pastora apresenta um disco e um show elegante, pra frente, mostrando a cultura pernambucana de uma forma nunca vista.

Influenciada pelo The Skatalites, principal expoente do ska, que misturaram a música europeia com a caribenha, os pernambucanos do Ska Maria Pastora usam as harmonias de clássicos do frevo para “envenenar” a música jamaicana. O resultado é uma som efervescente, que não deixa ninguém ficar parado”.

Ouça/veja um pouco da música do Ska Maria Pastora

< voltar para home