Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Literatura

Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura

Inicialmente chamado de Prêmio Pernambuco de Literatura, o Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura foi criado após cerca de 20 anos sem premiações literárias no âmbito do Governo do Estado de Pernambuco (as últimas premiações ocorreram através dos chamados Prêmios Literários de Pernambuco). Ele surgiu em decorrência de uma demanda da Comissão Setorial de Literatura, que apontou a necessidade da criação de uma linha editorial da Secretaria de Cultura de Pernambuco que servisse como alternativa menos burocrática ao edital do Funcultura. Sua primeira edição ocorreu no ano de 2013 com inscrições oriundas de todas as macrorregiões do estado, superando inclusive o número total de inscrições habilitadas em Literatura no Funcultura daquele ano. A repercussão positiva dessa primeira edição fortaleceu a continuidade do prêmio.

Em 2018, por ocasião do centenário do escritor, crítico literário, jornalista, dramaturgo, diretor, teatrólogo e tradutor Hermilo Borba Filho, a Secretaria de Cultura de Pernambuco, na intenção de homenageá-lo, passou a intitular o Prêmio com seu nome. Além da mudança de nomenclatura, houve também uma ampliação do seu valor: passou de R$56.000,00 para R$90.000,00.

O VII Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura se apresenta com algumas mudanças em relação a sua última edição. Sofreu alterações que buscaram uma maior valorização do prêmio (valores maiores aos ganhadores e a extinção dos segundos lugares) e uma maior democratização (inscrição menos burocrática e instituição de uma quarentena de 3 edições aos últimos vencedores).

O Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura responde ao Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PELLLB), nos seguintes tópicos:

EIXO 4 – VALORIZAÇÃO DA LITERATURA

Objetivo Estratégico 4.1. Fomento público para a literatura.

c. Fortalecer os prêmios Cepe nacional, Cepe nacional infantojuvenil, Prêmio Ariano Suassuna de cultura popular e dramaturgia e Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura. g. Estimular ações de fomento voltadas a novos autores e autoras, em todas as RDs, inclusive os membros da comunidade educativa da rede de ensino.

I Prêmio Pernambuco de Literatura (2013)
192 obras inscritas
Vencedores:
Olho Morto Amarelo – de Bruno Liberal (Contos, grande vencedor)
Recife, No Hay – de Delmo Montenegro (Poesia)
O Livro de Corintha – de Fernando Monteiro (Romance)
O Metal de Que Somos Feitos – de Walther Moreira Santos (Contos)
Discursos e Anatomias – de Joseilson Ferreira (Poesia)

II Prêmio Pernambuco de Literatura (2014)
155 obras inscritas
Vencedores:
Ascensão e Queda – de Wander Shirukaya (Romance, grande vencedor)
Associação Robert Walser para Sósias Anônimos – de Tadeu Sarmento (Romance)
Rinoceronte Dromedário – de Helder Herik (Poesia)
Dois Nós na Gravata – de Rômulo César Melo (Contos)

III Prêmio Pernambuco de Literatura (2015)
164 obras inscritas
Vencedores:
êxodo, – de Carlos Gomes (Poesia, grande vencedor)
Nós, Os Bichos – de Luiz Coutinho Dias Filho (Contos)
Manuscritos em Grafite – de Rejane Paschoal (Contos)
Watsu – de josé juva (Poesia)
Caninos Amarelados – de Mário Felipe Cavalcanti (Contos)

IV Prêmio Pernambuco de Literatura (2016)
250 obras inscritas
Vencedores:
Curso de Escrita de Romance – Nível 2 – de Álvaro Filho (Romance, grande vencedor)
A Dakimakura Flutuante – de Camillo José (Poesia)
Todas as Coisas Sem Nome, de Walther Moreira Santos (Contos)
Ruinosas Ruminâncias – de Philippe Wollney (Poesia)
Paulatim – Fuga em Si Menor – de Paulo Gervais (Poesia)

V Prêmio Pernambuco de Literatura (2017)
118 obras inscritas
Vencedores:
Das Tripas Coração – de Ezter Liu (Contos, grande vencedora)
Fogo, Fato – de Enoo Miranda (Poesia)
Nada Consta – de Fred Caju (Poesia)
O Velocista – de Walter Cavalcanti Costa (Romance)
Absinto – de Amâncio Siqueira (Romance).

VI Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura (2018)
162 obras inscritas
Vencedores:
O último dia da senhora Stone – de José Walter Moreira dos Santos (Conto, grande vencedor)
Quimera – de João Paulo Parisio – (Romance)
Na escuridão somos todos iguais – de Wander Shirukaya ( Romance)
Harmatía – de  Luis  Seguilha(poema)
O dia em que fui Santa Joana do Matadouro- de Jussara Salazar (poema)