Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

MÚSICA

Outros Eventos | Música

Além dos festivais promovidos pelo poder público, Pernambuco é palco de diversas outras iniciativas independentes que fazem parte do calendário musical e cultural local. Confira a lista com alguns dos principais eventos musicais do Estado:

Abril pro Rock
Desde 1993, os meses de abril, no Recife, são sinônimo de rock. Um dos festivais de música mais tradicionais do Brasil, o Abril pro Rock não só foi vitrine para consolidar o movimento Mangue Beat, impulsionando nomes como Chico Science e Mundo Livre S/A, como também foi fundamental nas carreiras de nomes como Los Hermanos e Otto. A lista de artistas “gringos” que passaram pelos palcos do APR é gigantesca e inclui nomes como Motorhead, Lee Perry, Skatalites, John Spencer Blues Explosion, Sthepen Malkmus, Placebo, Television, Asian Dub Foundation, Stereo Total, New York Dolls, dentre muitos outros.

Rec Beat
Criado em 1995, inicialmente ocorrendo em Olinda, o Festival RecBeat acontece durante o Carnaval e tem como objetivo levar música, em suas mais diferentes vertentes. O palco do RecBeat já foi montado na Rua da Moeda, onde ocorreram shows antológicos como a estreia do Cordel do Fogo Encantado, vindos de Arcoverde, no Recife, ou a apresentação ruidosa e grunge do Mudhoney. Atualmente o RecBeat é realizado no Cais do Alfândega e também realiza, numa das tardes do Carnaval, o RecBitinho, edição especial com atrações voltadas para o público infantil.

Coquetel Molotov
O Coquetel Molotov tem como característica trazer shows de bandas que circulam em circuitos alternativos, além de artistas estrangeiros. O Teenage Fanclub foi a principal atração do primeiro ano do festival e desde então já passaram pelo palco do Teatro da UFPE grupos de vários países, como Canadá, França, EUA e Suécia. Nomes locais com sonoridade mais alternativa também se destacam nas grades do Molotov, como Ex-Exus, Mellotrons, e Juvenil Silva.

Tipóia Festival
O Tipóia Festival foi criado em 1999 e começou como uma festa de Colégio, um manifesto de estudantes contra a derrubada do Cine-Teatro Castro Alves, em Tracunhaém, Mata Norte de Pernambuco. Trazendo para o mesmo espaço atrações da cultura popular local como os Maracatus, Bois e Coquistas e bandas de rock e hip hop da região, o Tipóia se solidifica como uma ação de resistência cultural.

A Noite do Desbunde Elétrico
Criada em Recife, no ano de 2007, A Noite do Desbunde Elétrico é um festival anual de rock independente que tem por finalidade fomentar e evidenciar a produção musical underground, ou melhor dizendo, udigrudi, inspirada na musicalidade psicodélica do Nordeste. Com um perfil diferente dos demais festivais da cena pernambucana, que são majoritariamente organizados por produtores, o Desbunde é um evento organizado pelos próprios músicos das bandas participantes.

Grandes personalidades que fizeram história e muito influenciaram essa cena, como Lula Côrtes e Almir de Oliveira (Ave Sangria), já passaram pelo palco do Desbunde. Todos os anos o Festival abre espaço para novas bandas pernambucanas que também apresentem o perfil musical proposto, bem como para bandas de outros estados do Nordeste.

Festival Geraldo Azevedo – Petrolina|PE
Voltado a todos os gêneros e estilos de música popular brasileira, o festival tem como intenção dar visibilidade às canções, compositores e intérpretes da região, além de proporcionar intercâmbio cultural e artístico. Cada artista compositor ou intérprete poderá inscrever, entre os dias 27 de novembro e três de dezembro, até duas músicas, mas apenas uma poderá ser classificada para concorrer no Festival. A premiação para os finalistas do festival varia de três a sete mil reais, mais troféus.

Garanhuns Jazz Festival
O Garanhuns Jazz Festival (GJF), evento criado em 2007 como uma opção para quem deseja uma alternativa de diversão mais tranquila durante o Carnaval. São diversos shows em palcos descentralizados, workshops e oficinas musicais, com conforto e horários super democráticos. E o melhor, toda a programação oficial do festival é inteiramente gratuita.

Festival Canavial 
O Festival Canavial convida todos a sambar. Nos terreiros, nos parques, nas praças, nos engenhos, no palco, nas escolas. Um convite à música, ao cinema, a diversão e a reflexão. União de projetos que mostram a força da produção do Movimento Canavial e sua rede de diversidade cultural. Uma família criativa instalada na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Maracatu, Coco de Roda, Caboclinho, Samba Enredo, Samba Canção, Forró, Ciranda, Índio, Congo, Aruenda, Embolada. A diversidade do samba brasileiro distribuído por Aliança, Goiana, Nazaré da Mata, Itaquitinga, Vicência, Timbaúba, Carpina, e Tracunhaém e Condado.

Virtuosi
Além dos concertos em teatros, igrejas e ao ar livre, o Virtuosi também atua, desde 1998, na formação de jovens músicos, com oficinas, palestras e Workshops voltados para os estudiosos e iniciantes no campo da música de câmara. A formação da plateia também é um dos focos do festival, com diversas ações de aulas-espetáculo e explicações didáticas à respeito dos instrumentos e da história das músicas executadas.

MIMO 

Originalmente, o MIMO surgiu em 2004 na cidade de Olinda, em Pernambuco, por iniciativa da produtora Lu Araújo. Ela decidiu levar o melhor da música instrumental brasileira e internacional ao grande público, em concertos gratuitos e apresentados no interior das igrejas de cidades históricas. Simultaneamente, foi criado o Festival de Cinema, com temática ligada à música. No ano seguinte, surgiu a Etapa Educativa, que, ao longo desse tempo, promove o desenvolvimento da capacidade criadora de jovens, proporciona o primeiro contato de crianças com a música e facilita o aperfeiçoamento de músicos profissionais.

A consagração do projeto, que contempla diferentes plateias, gêneros e ritmos, fez com que o festival ganhasse fôlego, crescesse para os pátios das igrejas, teatros e praças públicas e se expandisse para outras cidades-patrimônio: inicialmente Recife (PE) e João Pessoa (PB) e, mais tarde, rumo ao Sudeste, Ouro Preto (MG) e Paraty (RJ).

Conexão PE 
O Conexão PE é um evento que acontece desde 2009 com o objetivo de levar a música pernambucana, que é um dos pilares da música nacional e de referência internacional, para as capitais onde a música brasileira reverbera para todo País.

Mostra de Música Leão do Norte
Na Mostra de Música Leão do Norte, compositores, músicos e grupos atualizam sua produção, discutem as várias realidades e refletem sobre os sistemas de produção cultural, tudo girando em torno de repertórios autorais, voltados para os elementos da cultura brasileira e sua relação com a contemporaneidade.

Porto Musical
O Porto Musical é um dos mais importante encontros voltados para os profissionais da música no Brasil. Com seminários, speed-meetings, mesas-redondas e shows, o evento é realizado anualmente no Recife desde 2005, com importantes nomes do universo cultural e tecnológico. O Porto Musical reúne artistas, gestores públicos e privados, representantes de selos, gravadoras e instituições culturais em geral, além de pessoas interessadas nas novas tendências do mercado fonográfico.