Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

Arquivo Público exibe “CARRERO, o áspero amável” e “A minha alma é irmã de Deus”

A exibição será nesta quarta-feira (18), às 19h, no Arquivo Público de Pernambuco. O acesso é gratuito

Divulgação

Divulgação

Os dois filmes são inspirados na obra do escritor Raimundo Carrero

O projeto Cinema no Arquivo, capitaneado pelo Arquivo Público de Pernambuco, fará duas exibições especiais nesta quarta-feira (18), às 19h, dos curtas-metragens “CARRERO, o áspero amável” e “A minha alma é irmã de Deus”, ambos dirigidos pela cineasta Luci Alcântara, a partir da obra do escritor Raimundo Carrero.

Além da exibição, haverá um debate com a participação do escritor Raimundo Carrero, da cineasta Luci Alcântara, da professora Eliene Medeiros Costa (especialista da obra carreriana), mediada pelo diretor do Arquivo Público de Pernambuco, Evaldo Costa. O acesso é gratuito.

Sobre os filmes

CARRERO, O ÁSPERO AMÁVEL (Documentário, 20min, 2019)
O premiado escritor pernambucano Raimundo Carrero – autor de mais de duas dezenas de romances, alguns traduzidos no exterior – discorre sobre sua carreira literária, seu método de criação, sua experiência como ator de teatro e de cinema, além de seu trabalho como dramaturgo e roteirista. Em depoimentos, antes e depois de um acidente neurológico, Carrero relata o que é essencial no seu trabalho e reitera ser a literatura o ofício que lhe faz viver.

A MINHA ALMA É IRMÃ DE DEUS (Ficção, 20min, 2009)
Camila é uma jovem solitária que deseja ser santa para desfilar no exército das onze mil virgens do Paraíso. Numa tarde em Recife, conhece o pastor-músico Leonardo, fundador da seita “Os soldados da Pátria por Cristo”, que resolve seqüestrá-la e exigir do pai da moça o pagamento do resgate. Abandonada por seu mentor, ela vê sua vida naufragar em meio à solidão, o desapego material e a loucura.

Serviço
Cinema no Arquivo, exibição dos curtas “CARRERO, o áspero amável” e “A minha alma é irmã de Deus”
Quando: 18 de setembro de 2019, quarta-feira, às 19h
Onde: Arquivo Público de Pernambuco (R. do Imperador Pedro II, 371 – Santo Antônio, Recife – PE)
Acesso gratuito

< voltar para home