Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Design e Moda

Marco Pernambucano da Moda estende prazo de inscrições para projetos de incubação

As inscrições foram prorrogadas para o dia 17/7 (sexta-feira)

Ytallo Barreto/Divulgação

Ytallo Barreto/Divulgação

25 projetos serão contemplados pela incubadora

A Incubadora do Marco Pernambucano da Moda estendeu, até o dia 17/7 (sexta-feira), o prazo de seleção para empreendedores – sejam pessoas física ou jurídica – que desejem participar do novo programa de incubação do equipamento. Neste ano, serão disponibilizadas 25 vagas para projetos de negócios ligados a diversos segmentos da moda, que vão desde Confecção até os serviços de promoção da área, como Fotografia, Produção de Moda, Design Gráfico, entre outros.

O programa é totalmente gratuito. Ao longo dos 11 meses previstos para a duração do processo de incubação, os selecionados terão à sua disposição um portfólio de serviços de consultoria, assessoria e capacitação em: gestão empresarial, desenvolvimento de produto, tecnologia da produção e marketing e comercialização. Além disso, poderão utilizar da infraestrutura oferecida pelo Marco, composta por estações individuais de trabalho, conexão banda larga, salas de reunião, suporte administrativo e laboratórios avançados de tecnologias para desenvolvimento de produtos e produção nas áreas selecionadas.

Para participar do processo seletivo, o interessado deve acessar o site do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco (NTCPE), e fazer o download da Chamada Pública para Incubação, da Ficha de Inscrição e da Proposta de Incubação que devem ser preenchidas e encaminhadas para o e-mail ntcpe@ntcpe.org.br até às 23:59h, do dia 17 de julho.

Podem se inscrever na seleção pessoas que residam, tenham ou participem de empresa domiciliada no Estado de Pernambuco; que tenham disponibilidade de dedicação mínima de 20 horas semanais ao negócio incubado; pessoas físicas (individualmente ou em grupo) e pessoas jurídicas, organizações empresariais, mesmo que não estejam formalmente constituídas no momento da apresentação da proposta. “O programa visa capacitar pessoas e empresas que estão iniciando, ajudando-as a ter uma sustentabilidade nos seus negócios. O principal objetivo da incubação é que este projeto se transforme num negócio”, explicou o diretor de Gestão Estratégica do NTCPE, Fredi Maia.

< voltar para home