Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Editais do Funcultura batem recorde de inscrições após a digitalização

Foram 3.404 propostas inscritas, com destaque para o 5º Funcultura da Música, com um aumento de 258% em relação ao ano anterior

A digitalização do Funcultura por meio do Prosas foi anunciada em dezembro do ano passado, atendendo a uma demanda antiga por parte dos produtores culturais pernambucano

No primeiro ano da digitalização do Funcultura, por meio da Plataforma Prosas (www.cultura.pe.gov.br/editais-prosas) os cinco editais lançados pela Secult-PE e Fundarpe este ano tiveram um expressivo aumento no número de inscrições. Ao todo, foram 3.404 propostas inscritas, com destaque para o 5º Funcultura da Música, que contou com um total de 855 inscrições, um aumento de 258% em relação ao ano anterior.

Os outros editais 2020-2021 também alcançaram números expressivos nas inscrições, como o Microprojeto Cultural, com 274 (crescimento de 112%); e Funcultura Geral, com 1.607 (97% de ampliação). No caso do Funcultura Audiovisual, o aumento foi de 14%, com 668 propostas.

A digitalização do Funcultura por meio da plataforma on-line foi anunciada em dezembro do ano passado, atendendo a uma demanda antiga por parte dos produtores culturais pernambucanos. “Esta iniciativa faz parte de um processo contínuo de aperfeiçoamento do incentivo à cultura do Estado e é um divisor de águas na história do Funcultura, a exemplo dos expressivos números de inscritos nos cinco editais este ano”, destaca Marcelo Canuto, presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Leo Caldas/Secult-PE

Leo Caldas/Secult-PE

Um dos destaques foi o 5º Funcultura da Música, que contou com um total de 855 inscrições, um aumento de 258% em relação ao ano anterior

O Prosas (www.prosas.com.br) é uma plataforma on-line que opera com gestão pública e empresas privadas, fornecendo a tecnologia desenvolvida para auxiliar na seleção e no monitoramento de projetos culturais e sociais. Pelo Prosas, é possível divulgar editais, receber inscrições, avaliar e monitorar a execução dos projetos.

Desde o ano passado, a Secult-PE e a Fundarpe vinham estudando alternativas para a digitalização do Funcultura. Neste último ano, a situação de emergência sanitária, causada pela pandemia do Covid-19, tornou essa possibilidade mais que necessária.

“Mesmo frente às dificuldades em adaptar os processos de seleção, julgamento e calendário em plena pandemia do novo coronavírus, o Governo de Pernambuco cumpre, com este resultado, mais um compromisso assumido com os produtores e produtoras culturais do estado”, completou Canuto.

Principal e mais democrática política de fomento à cultura do Estado, o Funcultura é promovido pela Secretaria Estadual de Cultura e Fundarpe. Neste ano, o total de investimentos do Governo de Pernambuco na cadeia produtiva da cultura do Estado, por meio do Funcultura, será de cerca de R$ 37 milhões.

< voltar para home