Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Paço do Frevo oferece aulas gratuitas de frevo para pessoas com deficiência visual

A iniciativa conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura

O Paço do Frevo, localizado no Bairro do Recife, sedia nos dias 10, 12, 17 e 19 de março (quinta-feira, das 18h às 20h; e sábado, das 14h às 16h), a segunda etapa do projeto “Frevo às Cegas”. Iniciativa inédita, que conta com incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura, o curso oferecerá aulas gratuitas de frevo para pessoas com deficiência visual. Os encontros serão mediados pelo passista e professor Jefferson Figueiredo, especialista em Dança Educacional e Inclusão. As vagas estão abertas e são limitadas por ordem de preenchimento do formulário disponível em: forms.gle/9mrWE1S1o9CikQCj9. Para mais informações, acesse o perfil do Instagram do projeto: @frevoascegas.

O curso, idealizado pela pesquisadora e audiodescritora Danielle França, surgiu a partir do desejo de criar um Glossário de audiodescrição da dança frevo, arte reconhecida como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 2012. Glossário é um tipo de dicionário com palavras ou expressões específicas, tais como termos técnicos ou regionais, e, audiodescrição é um recurso de acessibilidade comunicacional que traduz imagens em palavras, ampliando as possibilidades de acesso das pessoas com deficiência visual ao mundo das imagens.

Como parte do processo para a criação desse Glossário serão realizadas duas oficinas de frevo, cada uma com 8 horas de duração, a primeira em janeiro e a outra em fevereiro, com o objetivo de experimentar e validar a construção das audiodescrições junto aos participantes. Para Danielle, especialista em Acessibilidade cultural, a ideia é que o Glossário colabore com a solidificação do direito à acessibilidade cultural para todas as pessoas: “O frevo faz parte da cultura do povo pernambucano. É uma dança popular que forma nossa identidade e esse glossário permitirá que as pessoas com deficiência visual conheçam os passos de forma autônoma”, reforça.

Além de democratizar a participação de todos os indivíduos nas atividades culturais da cidade, essa iniciativa busca difundir ainda mais o conhecimento sobre o frevo e incentivar os profissionais da audiodescrição na construção de roteiros de espetáculos de frevo. Portanto, o Glossário ficará disponível para consulta no Paço do Frevo e em outros espaços culturais e de ensino com o intuito de nortear outros professores e interessados nos temas de dança e acessibilidade.

Serviço
Segunda etapa da oficina “Frevo às Cegas”
Quando: 10, 12, 17 e 19 de março (quinta-feira, das 18h às 20h; e sábado, das 14h às 16h)
Inscrições pelo formulário:  forms.gle/9mrWE1S1o9CikQCj9
Local: Paço do Frevo (Praça do Arsenal, s/n, Bairro do Recife)
Mais informações no perfil do Instagram: @frevoascegas

< voltar para home